Edição #Favoritos
19 de setembro de 2016
Olá, meninas, tudo bem? No início do mês de setembro lançamos o nosso segundo livro “Capitolina Volume 2 - O mundo é das garotas” e foi uma grande...
11 de junho de 2016
Nenhum fator natural e biológico impede as mulheres de serem amigas, se amarem e de criarem laços, mas quando passamos a vida inteira ouvindo e acreditando...
29 de outubro de 2015
Talvez você se reconheça nessa situação ou em uma similar: 12 anos, colégio, algumas amigas já falam sobre o primeiro beijo, o primeiro ficante, as...
18 de setembro de 2015
Depressão, ansiedade, síndrome do pânico, transtornos alimentares. Você já deve ter ouvido falar de tudo isso. Está nos jornais, nas revistas, nos...
17 de setembro de 2015
Misoginia s.f. Sentimento de repulsa e/ou aversão às mulheres. (Etm. do grego: misogynia, pelo francês: misogynie) Antes de mais nada, isso não é um...
14 de julho de 2015
Com uma probabilidade de 98,5%, você já deve ter deparado com algum termo que não faz ideia do que significa em uma discussão sobre feminismo. Para te...
Colunas
23 de setembro de 2016
No dia 23 de setembro comemora-se o Dia da Visibilidade Bissexual, que é um frequentemente esquecido e discriminado dentro e fora do meio LGBT. A data foi...
26 de agosto de 2016
Algumas experiências culinárias nos dão alegria, outras nem tanto, e assim, quando vemos uma receita diferente, realmente só testando pra saber se ela vale...
22 de agosto de 2016
Acho que representatividade é uma pauta recorrente por aqui, não é? Gostamos muito de frisar a importância dela, e amamos mais ainda quando a vemos...
17 de agosto de 2016
É verdade que Pokémon foi lançado nos anos 90, mais precisamente em 1996, antes de muitas de nossas leitoras terem nascido (queria ter a mesma sorte!). Só...
17 de agosto de 2016
As Olimpíadas Rio 2016 trazem um recorde na participação das mulheres, 45% dos atletas inscritos para competir são do gênero feminino.  São 5.183...
Vídeos
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.