9 de julho de 2014 | Tech & Games | Texto: | Ilustração:
Cinco apps para… viajar!
Ilustração: Isadora M.

Ilustração: Isadora M.

Com as férias, vêm as viagens. E como decidir o que levar para onde? A Capitolina trouxe dicas de algo a mais para carregar na bagagem, mas que não vão pesar nada! Sejam viagens nacionais ou internacionais, muitos aplicativos podem facilitar a vida de viajantes – além do Google Tradutor, claro.

5.  Packing Pro

Este primeiro parece simples, mas não é. Coordenar o que levar para viagens curtas ou longas pode ser exaustivo e sempre te deixa com aquela sensação de “não esqueci nada?”. Esse aplicativo ajuda a aliviar a pressão.

Em primeiro lugar, o aplicativo te permite criar uma lista e checar itens dela, como “medicamentos”, “meias”, tudo o mais que se leva em uma viagem. Até aí parece que uma folha de papel resolve, né? Pois então: esse aplicativo permite que você atualize suas listas, veja modelos de listas de outras pessoas, ou até mesmo mande a sua para que possa ser usada por outros usuários. Listas de viagens anteriores podem ser salvas para você usar de inspiração nas próximas. Num ponto de vista mais prático, o aplicativo também ajuda a ver o que trazer de volta, já que temos à mão a lista do que foi levado.

Imagem: divulgação.

Imagem: divulgação.

4. Hopstop

Com o Hopstop dá para acessar uma lista de todos os mapas de trânsito de uma cidade, totalmente unificado. O aplicativo também traz mapas e caminhos de como se virar na cidade a pé, de ônibus, trem, bonde ou bicicleta. Assim, surgem diversas rotas do ponto A ao ponto B, além do calendário e horários do transporte público, para facilitar a escolha.

Imagem: divulgação.

Imagem: divulgação.

3. Sunscreen

O destino tem sol? Bom, existe um aplicativo para te ajudar. Assim como existem horários em que exposição solar tem maior ou menor impacto, existem também lugares em que a exposição é maior ou menor. Para coroar, ninguém tem 100% de certeza de quanto tempo atrás colocou o protetor solar pra saber exatamente quando aplicar de novo.

Para não arruinar a viagem com uma queimadura, o Sunscreen  traz a avaliação dos raios UV da sua localidade e, quando você coloca o FPS (Fator de Proteção Solar) e tempo de duração do seu protetor, o aplicativo te avisa quando é hora de reaplicar. Assim, dá pra ter o bronzeado perfeito sem danos à pele.

Imagem: divulgação.

Imagem: divulgação.

2. JetLag Genie

Já notou como quando a viagem muda o fuso horário, a gente sente um soninho a mais? Sente fome quando é meio- dia no Brasil e não quando é meio-dia no lugar onde a gente chegou? Isso se chama jet lag, e pode atrapalhar muito uma viagem, em especial se ela é curta, afinal, qualquer minuto de sono é um minuto de passeio perdido!

O JetLag Genie ajuda a mudar de fuso gradualmente. Ele sugere horários para dormir (e acordar), assim diminuindo o impacto de pular todos os fusos horários. Assim, você consegue curtir mais da viagem sem morrer de sono no processo!

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação.

1. Waze (Android , Windows Phone e iOS)

Waze já é bem conhecido no Brasil, né? Mas, enfim, pra quem não sabe: o Waze é um aplicativo para planejar rotas que é baseado em atualizações de outros usuários. Isso ajuda a encontrar o melhor caminho para chegar ao destino. O Waze funciona bem tanto para o dia a dia na cidade quanto para uma viagem de carro mais longa. Assim, ele ajuda a planejar rota com mapas atualizados, com informações sobre pardais, acidentes, engarrafamentos e até sobre a gasolina mais barata.

Além disso, ele oferece direções ditadas, como um GPS. Ao conectar com o Facebook, ele te ajuda a achar o destino final para eventos para os quais te convidaram! Não é nem um aplicativo para viagem direito, mas para tudo. É a versatilidade que faz ele ser nosso número 1.

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Luisa Geisler
  • Colaboradora de Tech & Games

Luisa tem 22 anos e é gaúcha. É escritora mais do que universitária (Ciências Sociais na UFRGS). Usou o SNES do irmão escondida (era "coisa de menino") e teve um Game Boy Color cor de rosa. Além disso, gosta de informalidade, ler, cachorros, gifs e dormir. Tem um Tumblr, onde dá pra aprender mais dessa coisa "escritora",  e Twitter, onde não dá pra aprender muita coisa.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos