Ano 4
19 de julho de 2017
Se tem algo que é necessário para expor-se na internet é coragem! Comecei a pensar nisso outro dia quando recebi uma mensagem de uma jornalista. Ela...
10 de julho de 2017
Como Aristóteles bem colocou, exatamente entre a confiança e o medo, reside a coragem. É a virtude do equilíbrio, uma vez que ela se encontra na justa...
5 de julho de 2017
No início de junho, a notícia de que cotas étnico-raciais haviam sido aprovadas na Universidade de Campinas (Unicamp) foi pauta para inúmeras discussões...
3 de julho de 2017
Você não consegue terminar nada do que começa. Sempre que tem uma ideia muito boa para fazer algo novo, desiste em menos de cinco minutos. Você é incapaz...
3 de julho de 2017
Coragem para levantar da cama no inverno, deixar aquela relação tóxica de lado, enviar uma mensagem importante ou simplesmente sair de casa para comprar...
3 de julho de 2017
Julho chegou: mês de férias, inverno… e escolhemos como tema do nosso especial a coragem! É uma daquelas palavras que carregam tanta entonação e...
6 de junho de 2017
Pense em tudo o que você conhece, todos os objetos, palavras, cores, formas, etc. Este exercício é vertiginoso, e com razão. Nosso cérebro armazena um...
6 de junho de 2017
As histórias em quadrinhos são modificadas e readaptadas o tempo todo, e ainda assim, nunca a presença de artistas e personagens femininas foi tão...
4 de junho de 2017
Estudar é algo extremamente difícil para muitas pessoas. Às vezes, não temos vontade porque encaramos a atividade como algo chato, cansativo e penoso....
2 de junho de 2017
O cinema é uma forma de distração, aprendizagem e identificação com narrativas diversas, inclusive sobre pessoas. Mas será que nós, mulheres, somos bem...
2 de junho de 2017
No princípio, era a ideia. E a ideia queria se tornar história, entretanto, por algum motivo, nunca se entendia com o papel e com a caneta. Logo, nunca...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos