Ano 4
23 de setembro de 2017
Dia 23 de setembro é do Dia da Visibilidade Bissexual, mas comemoramos a data durante todo o mês de setembro.  O dia da Visibilidade Bissexual foi criado em...
21 de setembro de 2017
...
21 de setembro de 2017
Quando li O Diário de Bridget Jones pela primeira vez, eu ri tanto que minha barriga doeu, meus olhos lacrimejaram e as pessoas em volta olharam torto para...
13 de setembro de 2017
O Instagram é uma plataforma incrível. Acompanhamos as pessoas e as deixamos nos acompanhar. É uma das redes sociais mais interessantes pra quem é...
6 de setembro de 2017
Sabe aquelas músicas que afloram nossos sentidos e dão vontade de flutuar no espaço, tomar banho de chuva, sentir um calorzinho no peito ou um friozinho na...
5 de setembro de 2017
Muitas vezes nos sentimos sobrecarregadas no dia-a-dia, e fica difícil conseguir arranjar tempo para parar, olhar para dentro da gente, e perceber a...
5 de setembro de 2017
Quando uma editora aceitou publicar seu livro Harry Potter e a pedra filosofal, Joanne Kathleen decidiu que assinaria a obra apenas como J. K. Rowling, temendo...
2 de setembro de 2017
Desde criança eu sempre tive gostos muito diversos. Adorava biologia, mas também era apaixonada pelas artes e pela literatura. Sempre tive um pezinho nas...
1 de setembro de 2017
O tema de agosto foi Cidade! Perguntamos as leitoras: o que você ama sobre tua cidade? Adoramos receber respostas de garotas de várias cidades, em diferentes...
1 de setembro de 2017
No mês de setembro começamos um tema novinho da Capitolina para vocês: Sensações. Sensação é uma reação física ou emocional do nosso corpo a...
25 de agosto de 2017
Nesse mês de agosto, a Isa Rangel e eu decidimos trazer receitas de um lugar que não foi explorado antes aqui na revista: a Coreia do Sul! Durante a minha...
23 de agosto de 2017
No final dos anos 80, a bióloga Diana Gabaldon decidiu que iria praticar sua escrita com a intenção de aprender a escrever criativamente. A ideia, que...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos