Ano 4
3 de outubro de 2017
Sonhar não custa nada. E, na infância, o “custo” passa quase sempre despercebido aos nossos desejos. Sonhamos alto, queremos ir além e buscamos aquilo...
2 de outubro de 2017
Não importa se você nasceu nos anos 80, 90 ou 2000, uma coisa é certa: a música acompanhou a sua infância. Desde as canções dos programas infantis,...
1 de outubro de 2017
Então, voltamos às aulas. A rotina chegou abalando, e com ela pode ter vindo também aquele sentimento de PÂNICO, se você tá prestando vestibular esse...
1 de outubro de 2017
O que para você tem gosto de infância? Ou cara de infância? Ou cheiro de infância? Claro que a resposta para essas perguntas varia de acordo com a pessoa....
29 de setembro de 2017
Bissexualidade é uma orientação sexual que existe e resiste, mas que ainda sofre muito com preconceito e invisibilidade. Por isso, é muito importante...
25 de setembro de 2017
Eu preciso que você coloque a mão no lado esquerdo do peito e sinta de fato pra que serve teu coração. Conseguiu sentir? Eu sei que é difícil acreditar...
23 de setembro de 2017
Dia 23 de setembro é do Dia da Visibilidade Bissexual, mas comemoramos a data durante todo o mês de setembro.  O dia da Visibilidade Bissexual foi criado em...
21 de setembro de 2017
...
21 de setembro de 2017
Quando li O Diário de Bridget Jones pela primeira vez, eu ri tanto que minha barriga doeu, meus olhos lacrimejaram e as pessoas em volta olharam torto para...
13 de setembro de 2017
O Instagram é uma plataforma incrível. Acompanhamos as pessoas e as deixamos nos acompanhar. É uma das redes sociais mais interessantes pra quem é...
6 de setembro de 2017
Sabe aquelas músicas que afloram nossos sentidos e dão vontade de flutuar no espaço, tomar banho de chuva, sentir um calorzinho no peito ou um friozinho na...
5 de setembro de 2017
Muitas vezes nos sentimos sobrecarregadas no dia-a-dia, e fica difícil conseguir arranjar tempo para parar, olhar para dentro da gente, e perceber a...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos