Marina Monaco
  • Colaboradora de Música
  • Social Media
  • Audiovisual

Marina tem 25 anos, mora em São Paulo, é formada em Audiovisual e cursa Produção Cultural. É apaixonada pela cor amarela, por girassóis e pela Disney. Ouve música o dia inteiro, passa mais tempo do que deveria vendo séries e é viciada em Harry Potter (sua casa é Corvinal, mas reconhece que tem uma parte Lufa-Lufa).

19 de agosto de 2016
Quando eu penso em grandes feitos realizados ao longo da história, eu só consigo pensar que a pessoa que o realizou deveria ser, além de outras coisas,...
5 de abril de 2016
O tema dessa edição é “Aquilo que não deve ser nomeado”. Para mim, que cresci lendo livros de ficção e fantasia, a primeiríssima coisa que me vem a...
12 de fevereiro de 2016
Chocolate é uma coisa boa, né? Quase todo mundo curte um doce, um pedaço de bolo ou um picolé nesse verão tropical. Mas vocês já pararam para prestar...
12 de dezembro de 2015
Quando eu era mais nova, fiz primeira comunhão; não porque eu queria ou porque acreditava no que aquelas aulas falavam, mas porque minha mãe e minha avó...
16 de novembro de 2015
Acho importante começar este texto explicando o que é sinestesia: uma experiência sensorial que faz com que algumas pessoas tenham mais de uma sensação,...
1 de novembro de 2015
Começo esse texto falando que eu, como mulher branca, talvez não seja a melhor pessoa para discutir sobre o assunto. Mas é um assunto que deve sim ser...
23 de outubro de 2015
Este não é um texto sobre pessoas que são tóxicas e que, por isso, devem ser, em algum momento da sua vida, deixadas; tampouco é um texto sobre términos...
10 de outubro de 2015
Hermione, Luna, Gina, McGonagall, Umbridge, Bellatrix, Lilian, Molly. Os sete livros e oito filmes da saga de Harry Potter têm personagens femininas poderosas...
13 de setembro de 2015
Quando se fala em conquista, sempre vêm à cabeça histórias grandiosas, histórias que acabam fazendo com que a gente se sinta menos por achar que nunca...
6 de setembro de 2015
Desde que a sociedade começou a evoluir e os centros urbanos começaram a crescer, há uma tendência natural de quase todo jovem procurar agrupar-se com...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos