25 de abril de 2014 | Culinária & FVM | Texto: | Ilustração:
Cápsula para guardar a gente no tempo

ilusta2.2Ilustração: Isadora Carangi

Fuçar coisas velhas traz sempre aquele sentimento gostoso de se redescobrir, de lembrar o que já foi feito, das coisas que já gostamos e de quem costumávamos ser. Nos faz perguntar em que momento aquilo se perdeu na memória e o que mudou na nossa vida nesse meio tempo para que nos tornássemos o que somos hoje. E não há nada tão eficiente para trazer todas essas sensações nostálgicas à tona quanto uma cápsula do tempo!

Para fazer sua cápsula você só vai precisar de:

  • Uma caixa. Pode ser de plástico, madeira, papelão, alumínio… use o que achar melhor, só evite materiais que quebrem facilmente. Eu usei uma caixa de sapatos pequena e encapei com tecido! Você pode também pintar a caixa, desenhar, fazer colagens e qualquer coisa que deixe a caixa a sua cara.

CapsulaTempo01-IsadoraCampos

  • Tranqueiras amadas que você vai querer guardar no tempo e outras bobagens (isso inclui bastante coisa).
  • Paciência pra não abri-la antes da hora!

E vamos lá:

Primeiro tenha em mente por quanto tempo você vai mantê-la fechada. Vai abrir depois de quinze, trinta anos? Vai esperar uma viagem importante, sair de casa, terminar a faculdade? É você que decide. Lembre-se de que quanto mais esperar, maior vai ser a surpresa.

Grave um CD com as suas músicas preferidas. Se quiser, faça gravações de voz também. Não sabemos se daqui a vinte anos teremos reprodutores de CD, mas é um risco a correr…

FOTO 2

Inclua as fotos daquela fase que a gente se envergonha de ter vivenciado, de tardes perdidas com as amigas e as que contam histórias especiais. Guarde também diários antigos, blocos de anotação, miniaturas, ingressos de shows e aquela página que você arrancou da revista porque tinha uma foto de alguém que te inspira.

FOTO 3

Uma coisa imprescindível é uma carta para você no futuro. Conte como está sendo o seu dia, como você se imagina, quem espera ser. Fale da família, dos amigos, do cachorro e do coração. Faça listas, desenhos, poemas e previsões para quando abrir a cápsula novamente.

Quando estiver preparada, ajeite tudo dentro da caixa, diga até logo e feche-a! Guarde-a em algum lugar que fique longe de vista para evitar a auto sabotagem. Você também pode registrar sua cápsula na Sociedade Internacional da Cápsula do Tempo (sim, existe!) ou fazer uma nesse link. Daí é só esquecer e deixar que o tempo a traga de volta!

Jade Cavalhieri
  • Colaboradora de Culinária & FVM

Boneca trouxa inveterada que perde muito tempo reclamando e clamando direito à preguiça. É escorpiana com ascendente em áries e ama mostarda de uma forma não muito saudável. Se identifica com nuvens cirrocumulos e alguma parte dentro dela ainda quer ser astronauta.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos