1 de junho de 2017 | Ano 4, Edição #34 | Texto: and | Ilustração: Guillhermina Roburu
Carta das Editoras #34: Narrativas

“Quando nós rejeitamos uma única história, quando percebemos que nunca há apenas uma história sobre nenhum lugar, nós reconquistamos um tipo de paraíso.”

Chimamanda Ngozi Adichie

 

Por muito tempo pensamos que a História se fazia de fatos e que não tinha porque questioná-los. Foi só mais tarde que entendemos o quão desinformadas estávamos e como as narrativas podem ser manipuladas. Com a internet, hoje temos acesso a tantas imagens, tantas versões e textões para uma mesma história que às vezes nos aconchegamos em escutar só um dos lados. Pensando nisso, no contexto político, social e cultural que estamos e no mês festivo ( festa junina yay) que vem chegando apresentamos o tema desse mês: Narrativas!

Quando pensamos em narrativas é difícil pensar em uma formato padrão. Até porque interessante é que podemos contar histórias em diferentes formatos. As narrativas estão nas histórias contadas, nos livros, nos filmes, nas obras de artes, nas conversas, nas reuniões de família. E se encontram em diferentes formas, às vezes são orais, verbais, visuais, sonoras, táteis.

A Capitolina é um meio que discute e disputa narrativa o tempo todo. Nós criamos e compartilhamos a revista com vocês leitoras, porque percebemos que a mídia só passava uma imagem e narrativa do que era ser adolescente e se você estava fora daquele padrão tinha que se adequar.  Na nossa sociedade a narrativa é poder, por isso levamos muito tempo para perceber que algumas histórias são escondidas para que um grupo seja marginalizado, como é o caso de negros e negras no Brasil.

Neste especial vamos discutir a importância das narrativas em diferentes áreas, ensinar como fazer um texto narrativo, ouvir uma playlist muito fofa e muito mais. Esperamos que esse especial ajudem vocês a encontrarem suas próprias narrativas. <3

Vicky Régia
  • Conselho Editorial
  • Coordenadora de Se Liga
  • Coordenadora de Esportes
  • Colaboradora de Artes
  • Colaboradora de Sociedade
  • Colaboradora de Educação

Vitória Régia tem 23 anos, é formada em jornalismo e acredita no poder da comunicação para mudança social. É nordestina de nascimento, paulista de criação e carioca por opção. É apaixonada pela arte de contar histórias e dedica a vida a militância nos movimentos feminista, negro e LGBT.

Gabriela Sakata
  • Ilustradora
  • Colaboradora do Tecnomanícas
  • Colaboradora de Artes
  • Colaboradora de Poéticas
  • Audiovisual

Gabriela, 22, moro em São Paulo/SP. Gosto de assistir documentários e umas bobagens no Netflix, ficar no Tumblr e assistir videos no Youtube. Além disso adoro achar músicas novas pra escutar, conversar sobre política, jogar LOL e ler teorias da conspiração. Estou cursando Artes Visuais e comecei uma página no Facebook com minhas ~~artes~~ (não é muito atualizada).

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos