7 de janeiro de 2018 | Ano 4, Edição #41 | Texto: e | Ilustração: Juliana Adlyn
Carta das Editoras #41: Natureza
natugirl

Feliz 2018 capitomigas!

 

Em dezembro, o tema foi FESTA. Falamos sobre o desejo de nos organizar melhor – até porque uma boa festinha requer o mínimo de organização. Então, em Janeiro, resolvemos fugir dos clichês de resoluções e começar o ano já mergulhadas no que desejamos para 2018: mais contato com a natureza.

 

Para quem mora em ambientes urbanos, é mais difícil imaginar um momento ao redor da natureza, afinal, não tem cachoeira no meio da cidade de São Paulo. Mas ainda assim podemos encontrar paz tirando um tempo para fazer algo ligado à natureza.

 

Conectar-se com a natureza é um jeito acessível de se concentrar no momento e relaxar. E não precisa morar no meio do mato ou em uma fazenda cinematográfica para estar em contato com a natureza.  Alguns exemplos de como podemos fazer isso no dia a dia são:

 

  • Respirar ar puro;
  • Ver o nascer ou pôr do sol;
  • Mexer com a terra;
  • Prestar atenção aos sons da natureza;
  • Se você morar perto do mar, cachoeiras ou rios, dar um mergulho por lá; Cozinhar com alimentos que a natureza nos dá;
  • Participar de trabalhos voluntários ligados a natureza, com um mutirão de limpeza;
  • Levar o teu animal de estimação para passear;
  • Cultivar uma pequena horta (até mesmo em casa!)

 

Durante o mês vamos conversar sobre outras formas de incluir a natureza na nossa rotina – até aquelas que não requerem que a gente saia de casa.  Vamos listar filmes que tem a natureza como tema,, vamos explicar o que é land art, discutir como nossa menstruação pode ser conectada a natureza e relembrar artigos já publicados sobre o tema (como esse aqui sobre ter sua própria horta) . E ah! Com a hashtag#capitomigas, vocês podem participar da revista. Esse mês, queremos celebrar a natureza. Manda uma foto, texto, poesia pra gente sobre algo da natureza que te inspire.

Tags:
Vicky Régia
  • Conselho Editorial
  • Coordenadora de Se Liga
  • Coordenadora de Esportes
  • Colaboradora de Artes
  • Colaboradora de Sociedade
  • Colaboradora de Educação

Vitória Régia tem 21 anos, estuda jornalismo e acredita no poder da comunicação para mudança social. É nordestina de nascimento, paulista de criação e carioca por opção. Adora conhecer diferentes culturas e é apaixonada pela arte de contar histórias. Dedica a vida a militância nos movimentos feminista, negro e LGBT e acorda todos os dias pensando em como mudar o mundo.

Rebecca Raia
  • Coordenadora de Artes
  • Colaboradora de Relacionamentos & Sexo
  • Coordenadora Editorial

Rebecca Raia é uma das co-fundadoras da Revista Capitolina. Seu emprego dos sonhos seria viajar o mundo visitando todos museus possíveis e escrevendo a respeito. Ela gosta de séries de TV feita para adolescentes e de aconselhar desconhecidos sobre questões afetivas.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos