Artes
26 de março de 2016
Comecei a me interessar por literatura japonesa moderna depois de ter lido Norwegian Wood, do escritor Haruki Murakami. Todos os livros de autores japoneses...
12 de março de 2016
Se há algo que fazemos bem é contar histórias. Estamos fazendo isso há séculos, oralmente, através de pinturas ou palavras, estamos sempre contando...
5 de março de 2016
“Mrs. Dalloway disse que ela mesma iria comprar as flores.” Virginia Woolf escreveu Mrs. Dalloway em 1925. Depois deste trecho, que inicia o romance,...
25 de fevereiro de 2016
As questões de imigração, identidade, território, do material e do feminino marcam a trajetória artística dessa grande mulher. Mas como tudo...
13 de fevereiro de 2016
A primeira vez que tive contato com Adélia Prado foi através da minha mãe, quando eu devia ter lá os meus 16, 17 anos. Eu vivia uma rotina muito corrida,...
11 de fevereiro de 2016
O mundo dos bruxos criado por J.K. Rowling em um guardanapo de papel sempre flertou com a transmídia. Ainda em 2011, com o lançamento do Pottermore, um...
6 de fevereiro de 2016
Sabe quando você ama tanto um livro ou um filme que não consegue deixar de pensar no que acontece depois do final? Ou fica imaginando como seria a mesma...
21 de janeiro de 2016
Para “aprender” a desenhar você só precisa querer e praticar. Assim como jogar futebol, andar de bicicleta e cozinhar cookies, desenhar é mais uma...
16 de janeiro de 2016
Quando pensamos em livros para ler, normalmente nos vêm à mente belas e novas edições impressas: uma capa bonita, o cheiro de papel e a obra em formato...
14 de janeiro de 2016
Quando criança, um dos meus passatempos prediletos era ver a caixa de fotografias da casa da minha vó. Aquilo era praticamente um tesourinho. Havia registros...
31 de dezembro de 2015
Podemos dizer para nós mesmos Mont Blanc ao amanhecer; Taj Mahal ao luar; e a mente continua uma folha em branco. Pois um cenário só sobrevive na estranha...
26 de dezembro de 2015
Para fechar o ano, nossas colaboradoras escreveram sobre suas leituras preferidas em 2015! E você? Qual foi o livro mais delícia do ano? Conta pra...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos