21 de janeiro de 2016 | Ano 2, Edição #22 | Texto: | Ilustração: Isadora M.
Criando amor: um guia prático de como criar animais de estimação

Quem aqui não é apaixonada por um peludinho que atire a primeira pedra! Gatos e cães fazem parte de nossas famílias há milhares de anos e é possível que muitas de vocês já tenham algum bichinho em casa. Mas, para você que está planejando adotar um animalzinho, aqui vão algumas dicas de cuidados para gatinhos e cachorros!

A primeira e mais decisiva pergunta: você está pronta para ter um animal?

Animais de estimação não são brinquedos — não podemos deixá-los de lado quando cansamos de brincar com eles! Alguns bichos podem dar tanto trabalho quanto uma criança! Por isso, é importante que você saiba quanto tempo, disposição e dinheiro está disposta a investir no novo amigo ou amiga. Vou listar algumas questões que podem te ajudar a perceber se você pode mesmo ter um animal na sua casa.

Você tem dinheiro para manter seu animalzinho? Muitas vezes não é preciso muito dinheiro, mas é bom pensar que você terá gastos como veterinário, ração, vacinas, banho e tosa, etc. Se você mora numa casa grande, por exemplo, talvez tenha espaço para dar banho no seu cachorro no quintal. Tudo depende do animal que você pretende cuidar, se é gato ou cachorro, se é pequeno ou grande, se o pelo é curto ou longo.

Você tem tempo para dar atenção e carinho? A maioria dos gatos e cachorros a-do-ra brincar! E a gente precisa ter energia para chegar em casa e brincar com eles, amigas! Sempre tem aquele dia em que chegamos tarde e cansadas, mas na maior parte dos dias eles vão pedir sua atenção e querer brincar. Se você pretende ter um gatinho (ou se já tem), vai perceber que os gatos, no geral, são mais idependentes. Eles gostam de brincar, mas exigem um pouco menos de atenção do que cachorros. Os cães costumam ser bem carentes e precisar de um tempo de brincadeira todos os dias.

Você mora sozinha? Com seus pais? Quem vai cuidar dele(s) quando você viajar? Essas perguntas podem parecer chatas, mas são questões que valem à pena ter em mente: muitas vezes eu vou viajar e preciso deixar minha gatinha sob os cuidados de alguém! No geral, peço para algum familiar ir na minha casa cuidar dela. Será que você terá pessoas para te ajudar durante suas férias, viagens?

Outras coisinhas que precisamos considerar…

Você (ou alguém que mora na sua casa) tem alergia a cães e /ou gatos? Você tem espaço suficiente para o animalzinho ficar bem na sua casa? Se você mora em prédio e quer um gato, você poderia telar seu apartamento?

Todas essas perguntinhas chatas (talvez até mais chatas que as perguntas dos seus pais!) são para mostrar pra vocês o que é posse responsável. A ideia é você não apenas dar um lar para o animal, mas de fato ser uma dona responsável e garantir que a qualidade de vida dele vai ser a melhor que você pode dar.

Por mais que pareça triste, por exemplo, não deixar um gatinho sair na rua para passear, manter seus animais em casa é uma forma de assegurar que eles não pegarão doenças graves, não serão atropelados, roubados ou mortos. Existe muita gente ruim por aí que maltrata animais na rua. Além disso, você impede que seu gato ou gata tenha crias desnecessárias. Não há lares seguros para todos os animais e portanto é preciso castrar nossos bichanos (gatos e cães também!).

Por fim, além da posse responsável, meu último apelo é: adote animais! Há muitos bichanos e totós aguardando uma pessoa amorosa nos canis e ONGs. Descubra um lugar na sua cidade onde você pode adotar um amigo e visite! Você não vai se arrepender! <3

Carolina Sapienza
  • Colaboradora de Relacionamentos e Sexo
  • Revisora

Carol nasceu em 1991 e mora em São Paulo. Bióloga que queria ser de humanas, gosta de escrever sobre ciência mas mantém o caderninho de poemas sempre na bolsa.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos