19 de junho de 2015 | Culinária & FVM | Texto: | Ilustração:
Decoração para Festa Junina!

Estamos neste mês maravilhoso de recesso de meio de ano, do meu aniversário (e de várias outras capitolindas), o inverno está chegando e com ele as incríveis festas juninas. Muito quentão, paçoca, milho, salsichão… nossa, deu água na boca só de pensar! E as pescarias? Que animação!

Sei lá por que pensei que você pode estar com tempo, e muito papel sobrando em casa, ou vontade de fazer as coisas com o seu toque especial, então preparei um tutorial de uma decoração lindica de festa junina pra você fazer em casa mesmo, porque qualquer desculpa é desculpa pra enfeitar as coisas.

Vou ensinar a fazer bandeirinhas e balões de todos os tipos e tamanhos para que a sua festa fique bem colorida.

Você vai precisar de:

* Papéis coloridos e variados tamanho A4 (a graça é comprar as cores mais legais e diferentes, porque as bandeirinhas que você encontra prontas sempre têm as mesmas cores repetitivas. Vale comprar papéis estampados também, ou até customizar os próprios papéis com estampas de bolinhas, tirinhas, etc.) 
* régua
* tesoura
* fio encerado ou barbante
* fita dupla face
* palitinho de dente
* palito de churrasco
* cola de glitter (opcional)

Foto 1

Primeiramente, dobre sua folha A4 verticalmente e corte-a, dividindo-a em duas partes. Depois dobre as tiras já cortadas ao meio horizontalmente para marcar. Meça uma faixa de 6 cm, usando a dobra para marcar a metade do comprimento (3cm).

Foto 2

Trace duas linhas horizontais. Pegue o meio de cada tira e faça duas linhas, ligando as extremidades de uma das linhas ao meio da outra, formando um triângulo. Corte no formato do triângulo para conseguir bandeirinhas grandes. Use quantas cores quiser.

Foto 3

No topo de cada bandeirinha, coloque uma tira de fita dupla face. Dobre em direção ao fio encerado para fixar no lugar.

Foto 4

Para bandeirinhas pequeninas (e mais fofas ainda!), você vai precisar de tiras de papel bem mais finas. Eu usei a largura da minha régua para isso. Meça duas vezes a medida de largura e corte a tira e dobre ao meio. Depois dobre em partes menores, pensando na largura que você deseja para suas bandeirinhas.

Foto 5

Corte os quadradinhos com o papel ainda dobrado. Na parte aberta de cada um deles, desenhe os triângulos para o corte do formato da bandeirinha. Corte-os ainda deixando a dobra. Agora vamos usar os palitinhos e o barbante.

Foto 6

Desdobre cada quadradinho e coloque um pedaço de dupla face no meio. Posicione o barbante na parte dobrada. Faça isso no pedaço do barbante para obter um mini fio de bandeirinhas. Enrole cada ponta num palito de churrasco.

Foto 7

Repita o mesmo procedimento para fazer bandeirinhas no palitinho. Posicionando o palito no meio da bandeira e fechando para segurar o mesmo na dupla face.

Foto 8

Para os balões, vamos fazer origami! Pegue um quadrado e dobre ao meio para marcar. Depois dobre ao contrário pelas diagonais para marcar mais dobras.

Foto 9

Dobre para conseguir um triângulo. Puxe uma das pontas para o meio, dobrando. Faça isso com as outras três pontas. Pegue cada uma das pontas que ficaram sobrando para baixo e dobre para dentro da dobradura. Você vai conseguir um outro triângulo.

Foto 10

Pegue as extremidades da base do triângulo e dobre para dentro da abertura vertical da dobradura. Quando terminar, vai conseguir um balão. Pela abertura embaixo, você vai soprar para inflar o balão de origami.

 

Foto 11

Pronto, agora você tem os passos básicos para começar sua decoração junina. Use seus dotes pessoais para fazer quaisquer outras alterações que desejar e ornamentar do jeito que quiser! E aproveite para fazer as receitas deliciosas que já demos por aqui. Quem já testou a mariola da Maísa? Anarriê!

Foto 13 Foto 14

 

 

 

Nathalia Valladares
  • Colaboradora de Culinária & FVM
  • Colaboradora de Cinema & TV
  • Ilustradora

Sol em gêmeos, ascendente em leão, marte em áries e a cabeça nas estrelas, Nathalia, 24, é uma estudante de Design que ainda nem sabe se tá no rumo certo da vida (afinal, quem sabe?). É um grande paradoxo entre o cult e o blockbuster. Devoradora de livros, apreciadora de arte, amante da moda, adepta do ecletismo, rainha da indecisão, escritora de inúmeros romances inacabados, odiadora da ponte Rio-Niterói, seu trânsito e do fato de ser um acidente geográfico que nasceu do outro lado da poça. Para iniciar uma boa relação, comece falando de Londres, super-heróis, séries, Disney ou chocolate. É 70% Lufa-Lufa, 20% Corvinal e 10% Grifinória.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos