Edicoes
25 de setembro de 2017
Eu preciso que você coloque a mão no lado esquerdo do peito e sinta de fato pra que serve teu coração. Conseguiu sentir? Eu sei que é difícil acreditar...
21 de setembro de 2017
Quando li O Diário de Bridget Jones pela primeira vez, eu ri tanto que minha barriga doeu, meus olhos lacrimejaram e as pessoas em volta olharam torto para...
6 de setembro de 2017
Sabe aquelas músicas que afloram nossos sentidos e dão vontade de flutuar no espaço, tomar banho de chuva, sentir um calorzinho no peito ou um friozinho na...
5 de setembro de 2017
Muitas vezes nos sentimos sobrecarregadas no dia-a-dia, e fica difícil conseguir arranjar tempo para parar, olhar para dentro da gente, e perceber a...
1 de setembro de 2017
No mês de setembro começamos um tema novinho da Capitolina para vocês: Sensações. Sensação é uma reação física ou emocional do nosso corpo a...
19 de julho de 2017
Se tem algo que é necessário para expor-se na internet é coragem! Comecei a pensar nisso outro dia quando recebi uma mensagem de uma jornalista. Ela...
10 de julho de 2017
Como Aristóteles bem colocou, exatamente entre a confiança e o medo, reside a coragem. É a virtude do equilíbrio, uma vez que ela se encontra na justa...
3 de julho de 2017
Já que estamos falando sobre coragem nesta edição, foi automático pensar nele, nosso mais bravo catioro do universo ficcional. Já sabem de quem estamos...
3 de julho de 2017
Você não consegue terminar nada do que começa. Sempre que tem uma ideia muito boa para fazer algo novo, desiste em menos de cinco minutos. Você é incapaz...
3 de julho de 2017
Coragem para levantar da cama no inverno, deixar aquela relação tóxica de lado, enviar uma mensagem importante ou simplesmente sair de casa para comprar...
3 de julho de 2017
Julho chegou: mês de férias, inverno… e escolhemos como tema do nosso especial a coragem! É uma daquelas palavras que carregam tanta entonação e...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos