Edição #21

30 de dezembro de 2015
Comer lentilha, pular sete ondinhas na praia depois da meia-noite, vestir branco pela paz ou vermelho para atrair uma paixão. São infinitos os rituais que...
28 de dezembro de 2015
No Brasil, o verão teve início no dia 22 de dezembro de 2015. Essa estação é caracterizada por mudanças rápidas nas condições do tempo, levando à...
27 de dezembro de 2015
As religiões politeístas são chamadas assim pois consideram que existe mais de uma divindade. Muitas religiões mais antigas (que podem também ser chamadas...
26 de dezembro de 2015
As últimas semanas de aula geralmente são um caos: você tem que dar conta de um milhão de provas, mas parece que seu cérebro já decidiu encerrar as...
25 de dezembro de 2015
“A cada milágrimas sai um milagre” cantaram Itamar Assumpção e Alice Ruiz. E eu não sei se depois de muito chorar sempre virão milagres, mas não...
23 de dezembro de 2015
Quando chegam o Natal e o Revéillon, chega também aquele momento que a gente para pra pensar em como vivemos os últimos 365 dias. Cumprimos as metas da...
20 de dezembro de 2015
Eu deveria escrever uma pauta sobre o que fazer para renovar suas energias quando as reservas estão baixas, mas calhou de minhas reservas de energia estarem...
18 de dezembro de 2015
Sabe aquele dia em que você não consegue dormir a madrugada inteira, cai no sono com o sol raiando e só acorda às quatro da tarde? Aquele dia em que você...
16 de dezembro de 2015
A astrologia é uma parada que é pensada há muitos e muitos anos, mas, hoje em dia, ela é considerada oficialmente uma pseudociência. Ou seja, ela não tem...
15 de dezembro de 2015
Dentro da sociedade em que vivemos, criou-se um desejo de aproveitamento máximo de cada instante. Não queremos perder nada. Queremos ler, ouvir, saber de...
14 de dezembro de 2015
Às vezes, parece que todas as coisas importantes decidem ter data marcada para a mesma semana. É nesse pequeno e específico período de tempo que sua escola...
12 de dezembro de 2015
Quando eu era mais nova, fiz primeira comunhão; não porque eu queria ou porque acreditava no que aquelas aulas falavam, mas porque minha mãe e minha avó...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos