Edição #9

Família

31 de dezembro de 2014
Normalmente, no post de Links do mês, selecionamos cinco links fora da Capitolina para entreter vocês enquanto não chega nossa nova edição. Mas, como hoje...
30 de dezembro de 2014
  SÉRIES Os Thornberrys (The wild Thornberrys, 1998-2004) O desenho animado da Nickelodeon – que acabou em 2004 mas foi continuado em dois...
28 de dezembro de 2014
Dizem por aí que cada família é de um jeito. E é bem por aí mesmo. Tem família grande, família pequena, família meio desligada, família que cresce e...
27 de dezembro de 2014
Esta é a segunda vez que estou escrevendo sobre família aqui na Capitô. A primeira, bem no comecinho da revista, foi pra lembrar que a nossa família é um...
26 de dezembro de 2014
Família #9 from capitolina on 8tracks Radio. 1. Mamãe Coragem – Gal costa 2. Como nossos pais – Elis Regina 3. Neighborhood – Arcade Fire 4. Casa...
25 de dezembro de 2014
Engana-se quem pensa que nossas relações amorosas e nossas formações familiares conseguem ser, de alguma forma, desviadas de um viés político. Não são....
24 de dezembro de 2014
Todo encontro familiar é a mesma coisa. Sua tia pergunta como vai sua vida amorosa, mesmo que você nunca em vida fosse contar para ela. Seu tio, entre...
23 de dezembro de 2014
Desde pequenas, somos pressionadas a ser heterossexuais. Às vezes de forma mais incisiva, às vezes com menor evidência. Perguntas como "e os namoradinhos?",...
22 de dezembro de 2014
Tem umas brincadeiras e piadas internas que são super particulares às nossas famílias. É só mencionar para seu irmão cair na gargalhada, ou lembrar...
21 de dezembro de 2014
Família implica herança. Não estou falando de joias, apartamentos ou carros até porque a grande maioria das pessoas não tem essas coisas pra deixar. Estou...
20 de dezembro de 2014
Por motivos que sempre tentei descobrir, minha adoção sempre foi um assunto do qual corri. Não pensava, não discutia, não tentei entender, não consegui...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.