22 de setembro de 2014 | Cinema & TV | Texto: | Ilustração:
Faça Seu Próprio Filme #1 Introdução

Fac?aFilme-IsadoraM Ilustração Isadora M.

Já parou pra pensar em como se faz um filme? Se não, pare para pensar por um minuto. Se já parou e não conseguiu imaginar muito bem, a Capitolina vai fazer uma sessão de posts especiais na coluna de TV, Cinema e Música mostrando um pouquinho dessa arte tão encantadora. Nossa intenção, além de contar um pouco de como se cria a magia do cinema, é inspirar vocês a fazerem suas próprias produções.

Hoje, com a modernidade das câmeras digitais e dos celulares que filmam, fazer curtas-metragens ficou bem mais fácil. É claro que os resultados dependem de muitos fatores, mas reunir os amigos e contar uma história pode ser bem divertido. Além disso, você pode dar uma incrementada naquele projeto da escola que precisa ser feito em vídeo!

Uma vez por mês, vamos abrir uma brecha nos nossos posts semanais para escrever sobre alguma área do cinema e da produção cinematográfica. Além de algumas meninas que já escrevem de maneira fixa para a coluna, vamos agregar outras meninas da revista que resolveram ajudar nessa coluna que vamos chamar de “Faça Seu Próprio Filme”, porque afinal é isso que queremos: que vocês, meninas, contem suas próprias histórias. Usem suas experiências e visões de mundo para construir narrativas e grandes histórias. Além de sempre dar dicas de ótimos filmes para assistir.

Antes de explicar algumas coisas, vamos às datas e às colunistas:

22/09/14: Introdução + Perguntas e Respostas (Natasha Ferla)

Contar um pouco sobre a coluna e como ela vai funcionar, além de pontuar algumas coisas sobre cinema.

27/10/14: Produção + Funções Específicas + Roteiro (Natasha + Lorena Piñeiro)

Como organizar as coisas para gravar um filme; o que cada pessoa da equipe faz e como trabalhar com os atores; além de explicar e mostrar como construir um roteiro.

24/11/14: Decupagem + Direção de  Fotografia (Ana Gabriela)

Colocando no papel como se imagina o filme. Os enquadramentos, movimentos de câmera e a fotografia.

29/12/14: Direção de Arte + Direção de Som + No set de filmagem (Isadora Maldonado + Natasha Ferla)

Criando significados nos objetos e cenários. Gravando e pensando um som que agregue sentimentos ao filme. Como organizar o set de gravações e como achar as locações ideais.

26/01/15: Montagem + Finalização (Dani Feno)

Depois de gravadas todas as cenas, é hora de vir para o computador e montar seu filme.

23/02/15: O cinema no Brasil + O que fazer com seu filme? (Natasha Ferla + Bárbara Carmirim)

Um panorama do cinema no Brasil e o que fazer depois que seu filme estiver pronto. Colocar na internet ou colocar em festivais de cinema?

Depois de explicado o que vai ser “Faça Seu Próprio Filme” e as colunas, vamos ao que interessa.

O que eu preciso para fazer um filme?

Além de uma história pra contar ou uma ideia, tu precisa de uma câmera (pode ser câmera fotográfica que filme, câmera de celular ou qualquer outro aparelho que possa gravar vídeo), um computador para poder editar depois e algum jeito de poder gravar o áudio (normalmente onde se filma também se grava áudio). A produção de um filme ou vídeo é uma atividade coletiva, mas dependendo da tua ideia tu pode gravar sozinho mesmo.

Diferenças de curta, média e longa.

Segundo a ANCINE (Agência Nacional do Cinema Brasileiro, órgão do Governo Federal que tem como missão regulamentar e fomentar a indústria do cinema brasileiro) as definições de curta, média e longa metragem são essas:

  • Curta-metragem: duração entre zero e quinze minutos.
  • Média-metragem: duração entre quinze e setenta minutos
  • Longa-metragem: acima de setenta minutos.

Cinema se faz com que dinheiro?

A ideia que cinema pode ser feito sem nenhum dinheiro é mito. Cada produção tem seu orçamento. O filme que você quer fazer no pátio de casa pode não custar nada, como pode custar uma dúzia de sanduíches para alimentar seus amigos. Cabe a você e sua equipe avaliar isso.

Escolhendo a equipe.

Como eu já disse antes, o cinema é primordialmente um trabalho em equipe e não tem nada pior que fazer um trabalho junto com pessoas que não sabem ser generosas e ouvir. Vamos escolher as pessoas pelas suas capacidades em exercer certas funções e também pela afinidade e prazer de se trabalhar com elas.

Quanto tempo leva pra gravar um filme?

Depende. Um dia, dois dias, um mês, seis meses. Depende da dificuldade da produção e do tempo que todos têm disponíveis. Vale lembrar que o processo precisa ser prazeroso para as pessoas, já que costuma ser desgastante.

Esperamos que esses poucos parágrafos tenham te deixado curiosa e atenta para as próximas colunas. Vamos sempre tentar ser o mais didáticas possível, mas de uma maneira legal e também tentaremos deixar as partes técnicas interessantes para quem não conhece bem a coisa.

Pra ir aquecendo, que tal ler Tudo bem, Sr. DeMille, estou pronta para o meu close-up.

Para assistir:

A Noite Americana (François Truffaut)

O Desprezo (Jean-Luc Godard)

Cinema Paradiso (Giuseppe Tornatore)

Saneamento Básico – O filme (Jorge Furtado)

Ed Wood (Tim Burton)

Tags: ,
Natasha Ferla
  • Coordenadora de Cinema & TV
  • Colaboradora de Estilo
  • Audiovisual

Natasha Ferla tem 25 anos e se formou em cinema e trabalha principalmente com produção. Gosta de cachorro, comprar livros e de roupas cinza. Gosta também de escrever, de falar sobre o que escreve porque escreve melhor assim. Apesar de amar a Scully de Arquivo X sabe que no fundo é o Mulder.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos