16 de abril de 2016 | Fala Mais, Sem categoria | Texto: | Ilustração: Gabriela Sakata
Fala Mais… sobre a Lava Jato?
1

Lava Jato é a maior operação anticorrupção já vista no país. Começou com uma investigação de doleiros em 2009, que envolvia uma rede ligada a Alberto Youssef, que movimentava bilhões usando empresas fachadas. Eis que Youssef tinha negócios com um ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa. Descobrindo, a partir daí, os desvios, o foco da operação voltou-se à empresa. Em 2014, Paulo Roberto e Youssef viraram delatores em busca de diminuição de pena. Até 2014, os descobertos eram empresários de empreiteiras envolvidas nos desvios, levando a grande Odebrecht junto. A partir de 2015 é que a investigação chegou nos políticos, prendendo figuras como José Dirceu, ex-ministro.

Segundo o Ministério Público o esquema de corrupção na Petrobrás se dava da seguinte forma: diretores cobravam propina das empreiteiras para facilitar a contratação, depois realizavam contratos superfaturados para que houvesse margem para o desvio. Parte desse dinheiro desviado ia para doleiros que repassavam aos políticos e partidos que se encarregavam das indicações dos diretores que participariam do esquema, isso inclui PP, PT, PMDB. Estima-se um desvio de R$ 6 bilhões, contando com os prejuízos decorrentes do esquema.

Atualmente o que mais move as investigações são as delações, que entregam nomes envolvidos no esquema. Alguns dos nomes citados são políticos que estão sendo julgados em instância do STF, do STJ ou Comum, no caso do Juiz Moro, por exemplo, que pode estar dirigindo o processo dos envolvidos que não desfrutam de imunidade parlamentar. O processo é longo, foi iniciado em 2009 e ainda não tem previsão de conclusão das investigações e, pelo visto, vai ser cheio de surpresas com cada nova delação.

2

Priscylla Piucco
  • Membro do Conselho Editorial
  • Coordenadora de Relacionamentos & Sexo

Priscylla. Apaixonada por seriados, kpop, reality show ruim, Warsan Shire e as Kardashians. Odeio o Grêmio e cebola. Prazer, pode chamar de Prih agora.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos