22 de julho de 2017 | Relacionamentos & Sexo | Texto: | Ilustração: Sarah Roque
Fala que eu te escuto!
fala

Às vezes queremos perguntar alguma coisa para alguém e não sabemos direito para quem perguntar, né? Por isso resolvemos começar uma coluna de conselhos na Revista Capitolina! Você pode perguntar o que quiser sobre relacionamentos e sexo aqui. Sua identidade não será revelada e seu segredo está seguro entre nós! Só não podemos responder questões de saúde – essas devem ficar para profissionais da área. A coluna será publicada todo mês.

PERGUNTA: Olá! Tenho 12 anos e me considero feminista mais minha família é muito machista. Minha mãe me pede para fazer serviços domésticos em casa mais não pede nenhuma ajuda para o meu irmão. Ela alega que ele é homem e quem faz esse tipo de serviço é a mulher. O que faço para melhorar essa situação ? Obrigada, espero que entendam minha dúvida.

RESPOSTA: Oi querida! É muito difícil mudar a cabeça de quem não tem interesse em mudar. As vezes, esse é o caso das pessoas com quem somos forçadas a conviver. O que tua mãe acha da falta de participação do teu irmão na divisão de tarefas domésticas?

Talvez, a solução esteja em conversar com tua mãe sobre como você está se sentindo sobrecarregada e sugerir que teu irmão se responsabilize por algumas das tarefas. Ajudar em casa é como aprendemos a viver em comunidade. Um dia, teu irmão vai sair de casa, quem sabe para morar sozinho ou com amigos, e imagina a vergonha de não saber fazer um miojo, lavar uma louça? Saber se virar é importante para todo mundo, independente de gênero.

Espero que teu irmão se toque e a situação em casa melhore! Estamos torcendo por você.

 

Tags:
Rebecca Raia
  • Coordenadora de Artes
  • Colaboradora de Relacionamentos & Sexo
  • Coordenadora Editorial

Rebecca Raia é uma das co-fundadoras da Revista Capitolina. Seu emprego dos sonhos seria viajar o mundo visitando todos museus possíveis e escrevendo a respeito. Ela gosta de séries de TV feita para adolescentes e de aconselhar desconhecidos sobre questões afetivas.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos