30 de janeiro de 2015 | Culinária & FVM | Texto: | Ilustração:
Ímãs para inspirar e mudar perspectivas

Provavelmente, assim como o ano passado (e o retrasado), este ano começou cheio de promessas e expectativas. A boa e velha listinha de resoluções que, não raramente, enchemos de metas e objetivos um tanto quanto além das nossas possibilidades. Por mais chato que seja, acabamos falhando.

Claro que esse não é sempre o caso, mas agora, com quase um mês inteiro corrido de 2015, já podemos olhar pra nossa listinha e ver quanto, do que teoricamente deveríamos ter alcançado, realmente alcançamos. Se foi menos da metade, bom, a reflexão do tutorial dessa semana pode fazer sentido pra você.

Na astrologia existe um planeta não muito comum, mas que eu considero muito especial, chamado Kíron. Não vou realmente conseguir explicar astrologia pra vocês, até porque eu nem sei muito, mas, pra quem curte esse caminho de esoterismos, há outras capitolindas que entendem. Simplificando bem, esse planeta tem a ver com uma dificuldade muito grande em alguma coisa. Essa alguma coisa a gente descobre vendo a posição dela no mapa. Mas enfim, estava um dia eu falando sobre meu kíron com alguém que eu conheço que realmente entende do assunto e essa pessoa mudou minha perspectiva sobre várias coisas com um único comentário, algo do tipo:

“Então, esse lugar de kíron é um lugar de muita fragilidade, mas também pode ser de muita força, desde que você compreenda a dificuldade e passe a agir COM ela e não CONTRA  ela.”

joey

Pois bem, era justamente isso que eu fazia. Todas as minhas metas, tudo que eu queria melhorar e alcançar, eram coisas que iam contra as minhas dificuldades mais essenciais, e não coisas que se apropriavam da minha essência e construíam algo novo a partir dela. Sendo que a minha essência, assim como a sua e a de todo mundo, é composta de falhas e virtudes.

Um exemplo bem básico de como coloquei isso na prática: eu tenho uma dificuldade GIGANTE com horários e prazos, sou uma pessoa essencialmente atrasada. E eu sempre virava pra mim e falava tenho que virar uma pessoa pontual. Então eu tinha mil agendas incrivelmente organizadas, etiquetadas e detalhadas. Tudo isso pra saber certinho o horário e as datas de todas as coisas e NUNCA atrasar nada. Eu SEMPRE atrasava. Daí resolvi aceitar que eu sou atrasada. Então agora eu marco as coisas com as pessoas e peço: “mas me lembra que eu sou esquecida e chega uns 20 minutos depois que eu atraso”. Ou se no caso é algo mais formal, como trabalho, ou prova, médico, fuvest… eu sempre marco no celular a hora errada, dependendo da coisa ou eu anoto que é uma hora ou uma hora e meia antes do horário real. Outra coisa que funcionou foi adiantar o meu relógio em 20 minutos, que aí eu atraso 20 minutos mas na realidade eu estou no horário certo. 😉

Agora, eu sou uma pessoa das analogias, não sei se isso funciona com todo mundo, mas pra mim, analogia é vida!

Então o tutorial de hoje é um exemplo “analógico” desse novo tipo de conduta. Quase todos os materiais são coisas velhas e sem utilidade que temos em casa e, nos apropriando das qualidades essenciais de cada um, fazemos algo novo e útil.

Materiais:

– Fotos e imagens que você ache legais, significativas ou bonitas. Podem ser recortadas de revistas, jornais, folhetos de exposição ou mesmo impressas por você.

MateriaisA

– Cola bastão
– Super Bonder
– Contact
– Tesoura
– Um papel meio grosso (eu usei o de uma sacola de papel que sobrou de algum presente de natal, acho que é um kraft um pouquinho mais grosso. Vale sulfite 90g, cartolina ou qualquer coisa assim, só não pode ficar muito pesado, senão o ímã não aguenta).

MateriaisB

– Aqueles ímãs que você tem de restaurante que fechou; de pizzaria que deixou na sua correspondência, mas você nunca pediu; da farmácia que na real era um calendário de 2012… qualquer um que você ganhou e não acha mais importante ter, ou sabe que da próxima vez que pedir pizza vai vir um novo 😉

MateriaisC

Como fazer:

Pra começar, você acha as imagens e corta elas, deixando alguma borda. Então, pra cada imagem, corte um pedaço do papel mais duro e outro de contact.

Depois, cole com a cola bastão o verso da imagem no papel mais firme. Na frente da imagem, cole o cantact. Tipo fazer um sanduíche…

Sanduiche-iche

DICA: Para o contact não fazer nenhuma bolha, vá descolando ele do papel de proteção bem aos pouquinhos e passando um pano, ou uma meia pra ir alisando. Alisa com a meia. Solta um pouco mais do papel. Alisa com a meia. Solta um pouco mais do papel. Alisa com a meia…

Dica contact

Quando todos os sanduíches já estiverem prontos, arremate as bordas das imagens, deixando-as do tamanho exato que você quiser que o ímã fique.

Arrematados

Por fim, pegue os imãs velhos, corte dos tamanhos que achar necessário e grude no verso das imagens com super bonder.

Colar imãs

Caso alguma imagem ou ímã esteja mais ondulado, é recomendável deixar um livro ou outro tipo de peso em cima até o super bonder secar.

Por fim, cole-os na geladeira, no mural magnético e até na parede pintada com tinta imantada. E seja feliz, como eu estou com a minha geladeira Báfô!!!

GeladeiraBafo-Recovered

Maísa Amarelo
  • Colaboradora de Culinária & FVM
  • Ilustradora

21 anos, cursando o primeiro de design. Pras coisas que não gosta de fazer, inventa um monte de regras. Já as que gosta - como cozinhar - faz sem regra nenhuma. É muito ruim com palavras, ainda assim resolveu escrever sobre suas receitas que, em geral, não tem medida alguma.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos