31 de maio de 2014 | Ano 1, Edição #2 | Texto: | Ilustração:
Links do mês #2: Maio
Ilustração: Bia Quadros.
Ilustração: Bia Quadros.

Ilustração: Bia Quadros.

Todo mês, vamos compilar alguns links legais dessa internet para vocês se divertirem e conhecerem coisas novas fora da Capitolina.

“Eye candy”, da Rookie – Nós aqui da Capitolina somos muito fãs da revista Rookie. Mas, como é em inglês, nem todas nossas leitoras têm acesso. Por isso, recomendamos dar uma olhada na categoria “Eye candy”, que tem os projetos fotográficos e visuais que aparecem na revista, todos lindos mesmo que você não saiba ler em inglês!

Carol Rossetti – A ilustradora e designer costuma postar seus maravilhosos desenhos todos os dias em sua página no Facebook.

Petisco – Para as que adoram quadrinhos e para as que querem começar a se aventurar nesse mundo. Petisco é um site com várias séries de quadrinhos, atualizadas a cada semana.

Que vibe – Sabe aqueles deveres de escola da terceira série, desenhos do primário, diários da infância, que te fazem gargalhar só de pensar? O Que vibe reúne trechos deles. E você pode até mandar sua própria colaboração!

As mentiras que contam sobre nós + Apoie as irmã + Meninas Malvadas, o Livro do Arraso e irmandade entre garotas Ou Por que sororidade é importante – Combo da internet sobre sororidade, com textos da Aline Valek na Carta Capital, da Pollyana Assumpção no Girls with style e da Gabriella Beira aqui na própria Capitolina (sim, trapaceamos um pouco).

Tags:
Sofia Soter
  • Cofundadora
  • Ex-editora Geral

Sofia tem 25 anos, mora no Rio de Janeiro e se formou em Relações Internacionais. É escritora, revisora e tradutora, construindo passo a passo seu próprio império editorial megalomaníaco. Está convencida de que é uma princesa, se inspira mais do que devia em Gossip Girl, e tem dificuldade para diferenciar ficção e realidade. Tem igual aversão a segredos, frustração, injustiça e injeções. É 50% Lufa-Lufa e 50% Sonserina.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos