23 de julho de 2014 | Cinema & TV, Música | Texto: | Ilustração:
Lista: Filmes Sobre Rock

Eu arrisco dizer que se rock não é o gênero musical mais popular do mundo, é certamente um dos mais ouvidos por aí. Acontece que o rock n’ roll é mais que isso, é também um estilo de vida.

Sempre ligado à juventude e a rebeldia, as melodias embaladas pelas guitarras elétricas às vezes viravam hinos nas vozes daqueles que frequentemente cantavam contra as normas da sociedade.

Jesus died for somebody sin’s but not mine”*

*Jesus morreu pelos pecados dos outros, não os meus

Cantava a jovem poetisa e artista Patti Smith na primeira metade da década de 70.

O cinema não teve como ficar imune a toda essa confusão e assim que o ritmo tomava conta das ondas sonoras do rádio, as películas eram preenchidas por guitarras, jaquetas de couro e música, muita música.

Aproveitando que julho é o mês do Rock, fizemos uma lista de filmes que abordam esse gênero que lota estádios, que chora com as angústias dos jovens, que se rebela contra os donos do poder e que diverte muito.

Quase famosos (Almost Famous, 2000):

Certamente um dos filmes mais queridos já feitos, Quase Famosos acompanha a jornada de William Müller, um jovem de 15 anos que sai em turnê com a banda fictícia, mas muito real, Stillwater. Com a missão de escrever um artigo para a Revista Rolling Stone, William tenta enganar a todos fingindo ser mais velho, mas o olhar adolescente sempre prevalece nessa jornada que se revela ser também sobre autoconhecimento e relacionamentos. O filme é baseado em várias passagens da vida do diretor Cameron Crowe. Situado no começo dos anos 60, o longa ainda respira um pouco do Verão do Amor e do rock como sendo a maior expressão musical da época.

Para ouvir: Tiny Dancer do Elton John

The Runaways (2010)

Formada apenas por meninas, o Runaways foi uma banda de rock dos anos 70 que tinha em sua formação Lita Ford, Joan Jett, Cherie Currie e Sandy West. O filme é dirigido pela diretora de arte e cineasta Floria Sigismondi e tem como protagonistas Kristen Stewart e Dakota Fanning.  É focado principalmente no começo da carreira da banda e na publicidade daquelas garotas vestindo roupas curtas em suas apresentações. É, infelizmente, um dos poucos filmes sobre garotas no rock. Ainda que as críticas não tenham sido as melhores, um longa sobre meninas no rock dirigido por uma mulher vale a pena ser visto.

Para ouvir: Cherry Bomb do The Runaways

A Fita Azul (Electrick Children, 2013)

O filme de estreia da cineasta Rebecca Thomas, não é bem sobre rock, mas sobre o cover de uma das bandas mais importantes da cena nova iorquina dos anos 70 que vira de cabeça pra baixo a vida da jovem Rachel. Nascida e criada dentro de uma comunidade mórmom (religião onde alguns fiéis vivem em comunidades isoladas e com suas próprias regras), Rachel fica fascinada por uma fita cassete e acaba a ouvindo escondida de seu pai. “Hanging on the telephone” (um cover do Blondie) é a música que toca na fita e a deixa maravilhada. Um tempo depois ela descobre estar grávida e tem certeza de que o homem que cantava na fita é o pai de seu bebê. Vemos então Rachel atrás desse homem e como vai ser o contato dela com a “realidade”.

Para ouvir: Hanging on the Telephone do Blondie

Eu Não Estou Lá (I’m Not There, 2007)

Cinebiografia do cantor Bob Dylan dirigida pelo renomado Todd Haynes (que também fez Velvet Goldmine, levemente baseado na vida do David Bowie). O filme chega a ser quase uma fábula da vida do cantor norte-americano, seis atores diferentes interpretam versões de fases distintas da carreira de Dylan. Dentre eles, Christian Balle, Richard Gere, Heath Ledger e a atriz Cate Blanchett (que ganhou o Globo de Ouro pelo papel e concorreu a um Oscar também).  Bob Dylan passou por muitas fases em sua carreira e vida pessoal, além de sempre carregar um certo ar misterioso. O filme se apropria dessas questões e constrói – ou descontrói – o mito em seis personagens diferentes.

Para ouvir: Just Like a Woman da Charlotte Gainsbourg

Natasha Ferla
  • Coordenadora de Cinema & TV
  • Colaboradora de Estilo
  • Audiovisual

Natasha Ferla tem 25 anos e se formou em cinema e trabalha principalmente com produção. Gosta de cachorro, comprar livros e de roupas cinza. Gosta também de escrever, de falar sobre o que escreve porque escreve melhor assim. Apesar de amar a Scully de Arquivo X sabe que no fundo é o Mulder.

  • Chiberia

    Pra galera aumentar a lista: It Might Get Loud [em português: A todo Volume]; 24 Hour Party People [A Festa Nunca Termina]; The Wall (ok, é rock opera, mas pra quem gosta de rock, vale a pena); Still Crazy; The Boat that Rocked (esse está nos meus favoritos); This Is the Spinal Tap (mockumentary); Across The Universe. Tem também Escola do Rock com o Jack Black, que, no final das contas, acaba valendo pelas referências. Esses daqui eu nem vou comentar que acho que vale a pena a pessoa assistir o trailer antes de qualquer informação.

    Muita coincidência a Capitolina ter publicado essa matéria recentemente, porque eu tava procurando mais filmes sobre o assunto (amo <3).

    Acabei encontrando mais alguns, mas esses não vem com a minha indicação porque eu ainda não assisti: Rock'n Roll High School (um colegial que vira de ponta cabeça viciado em rock, conta com a participação de Ramones); Detroit Rock City (um grupo de adolescentes viajando para assistir um show do Kiss, mas é bem trash estilo American Pie, não fiquei muito entusiasmada); The Commitments (filme que conta a história de um rapaz querendo formar uma banda de blues na Irlanda- gostaria de ouvir opinião de gente do movimento negro sobre esse filme por conta de umas constatações que o protagonista faz); Velvet Goldmine (conta história de Ziggy Stardust); Hedwig and the Angry Witch (um filme sobre uma cantora trans, também quero ouvir palpites de mulheres trans antes de abrir um A sobre o filme); Tommy (outro rock opera; não sei qual a relação completa com a música do the who "Pinball Wizard"); The Doors (ficção contando história da banda); Hard Core Logo (outro mockumentary, esse sobre os períodos finais do punk rock); A Hard Day's Night (filme com os Beatles e sobre eles); Rock of Ages (musical, sobre uma casa de rock e etc, não me animou muito); Wayne's World; The Song Remains the Same (Led Zeppelin <3 mas esse é mais pra documentário e off-stage); Heaven adores You (sobre Elliot Smith); Lucky Three: An Elliott Smith Portrait; Strange Parallel (também sobre Elliot Smith, mini documentário); Southlander (filme independente com Elliot Smith, Beck e mais gente); tem Tenacious D também, mas eu não tenho a menor curiosidade, tem gente que curte então fica aí a menção. Ah, quase esqueci, tem um documentário legal também chamado Who Killed Nancy? que acaba falando bastante sobre a cena punk e não só sobre o crime ou o romance entre Nancy e o Sid Vicious.

    Sei que botei coisas de não ficção no meio, mas como é sobre rock ou envolvendo gente desse universo, achei que era on-topic (:

  • patricia

    faltou control,que é sobre o vocalista Joy Division,Ian Curtis

  • Pingback: Links do mês #10: Janeiro — Capitolina()

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos