13 de setembro de 2017 | Ano 4, Se Liga | Texto: | Ilustração: Juliana Adlyn
Me diga quem tu segues que te direi quem és

O Instagram é uma plataforma incrível. Acompanhamos as pessoas e as deixamos nos acompanhar. É uma das redes sociais mais interessantes pra quem é fotógrafo ou curte fotografia, já que a imagem é o centro das postagens.

E como as opções são intermináveis, fizemos um pequeno guia de perfis legais relacionados a fotografia que você não deve deixar de conferir.

Amália Gonçalves

Com um olhar delicado sobre a mulher, a brasiliense Amália Gonçalves retrata em seu trabalho o corpo feminino em sessões principalmente intimistas. Somos tão bombardeadas por imagens irealistas de mulheres, que é sempre interessante ver um retrato onde as mulheres parecem confortáveis em mostrar suas “imperfeições”.

 

Amanda De Cadenet

Amanda já foi modelo, apresentadora e atriz, até se dedicar fortemente à fotografia (e a mais um monte de projeto legal. Parece que não tem coisa que essa mulher não faça). Tirando os projetos pessoais – sempre focados em mulheres –, Amanda lançou um livro de fotografia chamado Rare Birds e já fotografou para as principais revistas dos Estados Unidos.

 

Cailin Hill Araki / Model Burn Book

Canadense fixada no Japão, Cailin Hill Araki figura nessa lista por dois motivos: seu trabalho como fotógrafa e o projeto Model Burn Book. Hill trabalhou durante anos como modelo, passou perrengues, inseguranças com o corpo e mentia a idade para parecer mais nova. Todas essas coisas e a vida após deixar a carreira de modelo ela conta no Model Burn Book, além de compartilhar seu trabalho como fotógrafa.

 

Jane Pain

Jane Chardiet (ou Jane Pain) é uma fotógrafa e escritora de Nova Iorque. Para ver a beleza nas fotos dela é preciso pensar que a beleza vem em diversos formatos, cores e expressões. Chardiet retrata em filme uma cena underground, noize e um pouco trash e também é responsável pelas capas dos discos da irmã, Margaret Chardiet sob o nome de Pharmakon.

 

Petra Collins

O grande tema das fotos da canadense Petra Collins é a juventude feminina. Com cenas coloridas e quase lúdicas, ela retrata momentos intimistas e os editoriais que faz para diversas revistas pelo mundo. Seu primeiro livro, Discharge, é uma coleção de fotografias que ela tirou entre os 15 e os 21 anos.  Petra também dirigiu alguns videoclipes, entre eles o mais recente clipe de Selena Gomez, “Fetish”.

 

Rebekah Campbell

Rebekah Campebell oscila entre o digital e o analógico e também tem como foco a juventude. Brilhos, água, transparência e cores claras aparecem em suas fotos com tom vintage.  Seu instagram é uma mistura das fotos de trabalho, projetos pessoais e os amigos que ela retrata.

 

Nan Goldin Archives

A fotógrafa Nan Goldin não tem Instagram, mas a conta Nan Goldin Archives exibe o trabalho da norte-americana que ficou conhecida por retratar o seu íntimo e de seus amigos, coisa que não era tão comum assim ha décadas atrás, principalmente quando parecia não haver filtros com sexualidade, drogas, violência e a boemia nova-iorquina dos anos 70/80.

 

Para conferir também:

Ryan Mcginley

Marcel Castenmiller

Chad Moore

Neil Krug

 

Achou que faltou alguém? Conta pra gente os perfis legais de fotografia que tu segue.

 

Natasha Ferla
  • Coordenadora de Cinema & TV
  • Colaboradora de Estilo
  • Audiovisual

Natasha Ferla tem 25 anos e se formou em cinema e trabalha principalmente com produção. Gosta de cachorro, comprar livros e de roupas cinza. Gosta também de escrever, de falar sobre o que escreve porque escreve melhor assim. Apesar de amar a Scully de Arquivo X sabe que no fundo é o Mulder.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos