1 de novembro de 2017 | Ano 4, Anos, Edição #39 | Texto: | Ilustração: Guillermina
Playlist #39: Mulheres Negras
capit1

A gente sabe que quando é uma mulher negra, crescemos com poucas referências de pessoas negras na indústria do entretenimento. Porém, nos últimos anos, tem crescido (não na proporção merecida) a presença e sucesso de mulheres negras na música. Por isso, para celebrar o poder das pretas na indústria e inspirar vocês, a Capitolina fez essa playlist poderosa só com mulheres negras brasileiras para você curtir o melhor da música brasileira.

Origens – Rimas e Melodias

É o Poder – Karol Conka

Menina Pretinha – MC Sofia

Preta Yayá – Xênia França

Sou eu – Ludmilla

Falsa Abolição – Preta Rara

Ouça-me – Tássia Reis

Pesadão – IZA

100% Feminista – Mc Carol e Karol Conka

Maria da Vila Matilde – Elza Soares

Boa Reza – Vanessa da Mata

Sorriso Negro – Dona Ivone Lara

Alma Negra – Yzalú

Testando – Ellen Oléria

Se Avexe Não – Tássia Reis

Zero – Liniker

Josefa Maria – As Bahias e a Cozinha Mineira

Mulher – Linn da Quebrada

Eterno Verão – Mahmundi

Conhece mais alguma mulher negra da música brasileira? Então indica para a gente nos comentários!

 

Vicky Régia
  • Conselho Editorial
  • Coordenadora de Se Liga
  • Coordenadora de Esportes
  • Colaboradora de Artes
  • Colaboradora de Sociedade
  • Colaboradora de Educação

Vitória Régia tem 21 anos, estuda jornalismo e acredita no poder da comunicação para mudança social. É nordestina de nascimento, paulista de criação e carioca por opção. Adora conhecer diferentes culturas e é apaixonada pela arte de contar histórias. Dedica a vida a militância nos movimentos feminista, negro e LGBT e acorda todos os dias pensando em como mudar o mundo.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos