25 de agosto de 2017 | Ano 4, Culinária & FVM | Texto: | Ilustração: Sarah Roque
Roll-ppang: um pãozinho coreano
Receita o pão coreano roll-ppang

Nesse mês de agosto, a Isa Rangel e eu decidimos trazer receitas de um lugar que não foi explorado antes aqui na revista: a Coreia do Sul!

Durante a minha vida morando em São Paulo, eu tive algum contato com a cultura e culinária coreana. Estudando no Bom Retiro, na região central da capital paulista, tive a sorte de frequentar alguns cafés e mercadinhos especializados. Foi lá que eu pude experimentar pela primeira vez o pão de café recheado com requeijão, ou onde comi meu primeiro bibimbap, meu primeiro churrasco faça-você-mesmo com muito kimchi fresquinho.

Bibimbap e kimchi representados em ilustração Ficou curiosa? A gente te mostra o que são o bibimbap e o kimchi

Sei que isso pode não ser fácil de ser encontrado no resto do país, e é por isso mesmo que eu queria introduzir vocês ao delicioso roll-ppang. Ele é um pãozinho macio, amanteigado e levemente adocicado, que serve de acompanhamento pra café da manhã, café da tarde ou mesmo um jantar cheio de molho (será que estou misturando demais a Itália com a Coreia?). Eles são bem simples de serem feitos, mas eu te digo de antemão: respeite os tempos de descanso do pão. Essa fermentação dupla dele serve pra deixá-los bem fofinhos e aerados, como nuvenzinhas de amor e manteiga.

Ficou com água na boca? É fácil resolver: vem preparar a receita e depois mostre-nos como ficou! 😉

(receita do site maangchi.com. Agradecimentos à Thata que me introduziu à eles)

Ingredientes

– 3 colheres de sopa de manteiga

– ½ copo de leite frio

– 2 colheres de sopa de açúcar

– ¼ de colher de chá de sal

– 2 ovos

– 2 colheres de chá de fermento seco para pão (tem que ser o de pão, não pode ser o branquinho!)

– 1 e ½ xícaras de farinha de trigo*, e mais ¼ mais tarde

DICA: Eu acabei usando mais farinha que isso pra dar liga. Uma dica: leia no rótulo da farinha e escolha uma que tenha uma porcentagem maior de proteína, a partir de 8g de proteína por 100g. Isso vai facilitar os pães a se estruturarem!

Modo de preparo

Numa panela em fogo baixo, derreta a manteiga, apenas o suficiente para ela se liquifazer. Desligue imediatamente após o derretimento.

Derreta a manteiga para começar a fazer  o roll-ppang Passo 1: derreta a manteiga para fazer a massa do roll-ppang

Adicione o leite, o açúcar e o sal, e misture bem com uma colher de pau até que você não sinta mais nenhum grãozinho no fundo da panela. Assim que isso acontecer, abra um ovo (o outro vai ser usado depois) e coloque ambas gema e clara na mistura, e mexa bem. Em seguida, adicione o fermento. Deixe tudo descansando por um minuto.

Misture bem leite, açúcar e sal Passo 2: adicione leite, açúcar e sal, e misture bem

Adicione um copo e meio de farinha dentro da panela, e misture bem a massa. Nessa hora eu tive que adicionar mais farinha, aos poucos, até que chegasse num ponto em que formasse uma bola de massa que não escorresse pelos lados. Se precisar de mais farinha, tenha muito cuidado, seja paciente e misture assim que adicionar a farinha extra!

Ingredientes para fazer o roll-ppang são misturados Passo 3: acrescente a farinha à massa do roll-ppang

Assim que chegar a um ponto semelhante ao da foto, tampe a panela e deixe a massa dormindo por uma hora. Depois desse tempo, ela deve dobrar de tamanho!

Massa do roll-ppang precisa descansar por uma hora Passo 4: deixe a massa do roll-ppang descansar por uma hora

Depois de uma hora, dê soquinhos pra tirar o ar, e amasse tudo por uns dois minutos. Deixe descansar novamente por meia hora.

Numa tábua de madeira ou numa pia de pedra, coloque o ¼ de farinha restante e espalhe um pouco. Coloque a sua massa em cima e enfarinhe as suas mãos, como uma ginasta olímpica. Role a massa pela tábua enfarinhada, para que ela não fique mais tão grudenta. Quando já der pra fazer uma bolinha e segurar nas mãos, role a massa num cilindro. Corte em seis pedaços iguais.

É preciso cortar a massa do roll-ppang Passo 5: chegou a hora de dividir a massa do roll-ppang

Transforme cada pedaço que você cortou em uma minhoca gordinha, de mais ou menos uns 20cm.

Massa é preparada para se tornar o roll-ppang Passo 6: cada pedaço vira uma minhoca de massa que será o roll-ppang logo logo

Com essa minhoquinha, dê um nó nela mesma. Tudo bem se você achar difícil ou não der certo, você pode fazer o formato que quiser ou só fazer bolinhas mesmo!

Dê um nó no roll-ppang Passo 7: dê um nó no roll-ppang

Em uma forma antiaderente, coloque um pinguinho de óleo e espalhe bem. (Desculpa a minha forma velha, ela foi emprestada de uma amiga). Coloque todos os nózinhos ou bolinhas, com uma certa distância entre elas porque – isso mesmo – elas vão crescer de novo. E de novo.

Roll-ppang vai para a forma Passo 8: chegou a hora de colocar o roll-ppang na forma

Deixe elas descansando por outra uma hora. Eu sei que vai dar uma vontade louca de interromper o crescimento, mas confia em mim! Vai ficar mais gostoso se você esperar.

Roll-ppang precisa descansar por mais uma hora antes de ir pro forno Passo 9: deixe o roll-ppang descansar por mais uma hora

Preaqueça o forno a 180 graus. Enquanto ele esquenta, separe o segundo ovo – você só vai precisar da clara. Com um pincel ou um garfo, pincele gentilmente os pãezinhos com a clara, pra eles ganharem um bronzeado bem luminoso no forno.

Para dourar o roll-ppang, pincele a clara Passo 10: pincele a clara no roll-ppang

Coloque-os para assar por 15 a 17 minutos, até eles ficarem marrom-claro. Retire-os do forno e dê outra camada de ovo pincelado por cima!

É preciso pincelar a clara de novo no roll-ppang Passo 11: pincelar a clara mais uma vez no roll-ppang

Asse por somente um minuto.

O roll-ppang precisa voltar para o forno por 1 minuto Passo12: asse por mais 1 minuto o roll-ppang

Estão prontos os nossos meninos pães! Olha como eles são bonitinhos!!!

Receita o pão coreano roll-ppang A receita da vez é o roll-ppang, pãozinho coreano macio, amanteigado e levemente adocicado

Eu comi os meus com manteiga ou nutella e foi uma coisa dos deuses!

Nicole Ranieri
  • Colaboradora de Culinária & FVM
  • Colaboradora de Cinema & TV
  • Vlogger

Nicole é Paulista de 22 anos, mas mora em todos os lugares e pertence a lugar nenhum. Estuda administração com foco em exportação mas é gente boa, não gosta de tomate mas é uma pessoa do bem, curte uma coisinha mal feita e não recusa jamais uma xicara de chá verde. Se fosse uma pizza, Nicole seria meia espinafre, meia cogumelo.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos