19 de abril de 2015 | Estilo | Texto: | Ilustração:
Seis itens de maquiagem para espantar macho pentelho

Tem cara que acha que vai mandar no jeito que a gente usa maquiagem. Acha que a gente vai se comover com o gosto deles porque vivemos para agradá-los. Mas eles estão redonda e triangularmente enganados. Se você se sente confortável e linda de maquiagem, continue assim. Livre-se não do seu blush e da sombra colorida, mas do pentelho que tá causando na sua vida. Não tem como prever que o menino vai ser um mala sem alça machistinha, é claro. Por isso a gente quebra essa pra você, ensinando modos de se livrar desse demônio na sua vida. Quem quer conviver com um moleque chato pra caramba que pensa que tem poder sobre o nosso corpo? Nenhuma menina, é claro!

Batom

O que eles acham: “Batom escuro é coisa de vagabunda. E não dá nem pra dar beijocas, se não o cara fica todo lambuzado. Sou muito macho pra ser tocado por este creme fétido que é o batom. E, ah, batom claro é breguinha, né, meio coisa de velha. Mas sem batom também não dá.” – Fernando Feministo, 15 anos

Solução: O boy tá achando ruim? Peça pra ele ler este texto da Capitolina, que ensina didaticamente como batom é um troço maravilhoso de minha deusa. Se ele não entender o recado, disponha-se na frente dele e passe uma camada generosa de batom, bem devagar, fazendo contato visual intenso. Terminado este passo, aplique o produto também nos dentes, nas pálpebras e na área T do rosto. E passe nele também. O importante é deixar bem claro que vai ter muito batom. Se ele não quiser te beijar pra não ficar sujinho, quem tá perdendo com certeza não é você.

Base

O que eles acham: “Uma tinta na cara da cor da cara pra parecer que você tem outra cara. É uma questão meio filosófica, né? Eu fico meio bolado porque penso que talvez a menina não esteja dentro do conceito aristotélico de Beleza. E uma garota fora do padrão Clássico definitivamente não é o tipo de garota que eu quero me envolver.” – Marcelo Masculinista, 19 anos

Solução: É super compreensível o cara não curtir base. Quem quer sair com alguém que coloca um pigmento da mesma cor da pele na cara? Use mais a sua criatividade! Abuse das cores que a natureza criou. Anote: a partir de agora, você vai jogar sua base sem graça no lixo e se jogar nas tintas para pintura facial. Azul, amarelo, vermelho, quiçá um laranja-capitolínico. Cada dia uma cor nova. Lembra como você ficava feliz quando virava borboleta ou onça pintada nas festinhas de aniversário? É esse o mood que estamos procurando.

Cílios postiços

O que eles acham: “Acho que além de depilar as pernas, axilas, braços, barriga, sobrancelhas e virilha, a menina não pode esquecer dos cílios. É uma questão de higiene.” Henrique Higienista, 15 anos

Solução: Use os maiores cílios postiços que encontrar. Chegue pertinho do garanhão, como quem vai dar o bote. Pisque os olhos rapidamente. Se tudo der certo, ele vai levar um belo VRÁ em sua cara de pamonha desamarrada, e vocês dois sairão alguns metros do chão, tamanho poder dos seus cílios. Aproveite essa cena meio Dragon Ball para uma luta aérea com o babaca. Lembre-se que você estará em vantagem porque ele foi pego de surpresa e você planejou o ataque. E como você é uma Menina Superpoderosa, saia voando casualmente depois que acabar, enquanto assiste a ele se esborrachar com a cara no chão.

Blush     

O que eles acham: “Tem mina que usa muito blush e isso eu não aceito! Tem que ser delicada, natural, tipo um bebê recém-nascido. Tem que ficar dentro da concha, não pode aparecer mais que o cara.” – Gustavo Gaslighting, 14 anos

Solução: Muito, muito antigamente as mulheres queriam ficar coradinhas pra dar um ar de saúde. Era uma coisa bem discreta, só davam uma apertadinha na bochecha e pronto, tavam gatas pro rolê. Hoje, porém, conhecemos uma técnica que tombou com todo mundo: o countouring, que realça os disfarça seus contornos faciais. Com certeza seu boy que acha blush demais ridículo nunca ouviu falar nisso (até porque ele deve viver no Período Paleolítico), o que é muito conveniente, porque você pode mudar de rosto com maquiagem e ele nem vai perceber que é você. Aí você corre 30km sem parar até ficar numa distância segura desse pentelhossauro rex.

Sombra colorida   

O que eles acham: “Não é natural uma coisa dessas. E com a natureza não se mexe! Os olhos são a janela da alma e a sombra colorida pode entrar pela janela e corromper a alma, pode fazer você se tornar uma pessoa diferente, saca?” Iago Iuzomi, 16 anos    

Solução: Para este item, vamos nos inspirar naquela técnica de adestramento de animais em que se borrifa um pouco de água quando observa-se um comportamento errado. Tenha sempre um potinho de sombra em pó solta à mão, e, a cada vez que o boy reclamar da sombra, passe o dedo cheio de produto na cara dele. Treine os movimentos antes para ser rápida e precisa, assim ele não consegue desviar do ataque de cor. Ou ele aceita as coisas do seu jeitinho, ou ele vaza e para de te encher.

Gloss    

O que eles acham: “É tão… brilhante! E melequento! Parece que comeu um frango frito engordurado. Não dá pra achar bonito uma menina que parece que come comida gordurosa. Porque menina não devia nem comer, né? Pra ficar magrinha e pá.” – Sérgio Slutshaming, 17 anos

Solução: O brilho do gloss é o grande trunfo desta arma poderosíssima. Porque o que bate nele, volta por reflexão. É pura física. Vai funcionar assim: comece de costas para o cara por enquanto, para um efeito mais dramático. Peça para uma amiga avisar quando ele estiver perto, então vire-se e encare-o com a boca embebida em gloss reluzente. Ele instintivamente fixará seus olhos no gloss, pois este produto tem conhecidas propriedades hipnóticas lancinantes. Aí é pá-pum. Se olhar de boa, energias deboístas voltam. Se olhar com indignação e odiozinho… Vixe, a nhaca bate e volta, tipo escudo. Aí nem precisa se preocupar com o trouxa, poupe sua beleza. O São Gloss te protege com seu manto de glitter.

É claro que essas dicas todas são uma grande zoeira, mas a tentativa dos homens de controlar o que as mulheres fazem ou deixam de fazer é algo bem sério. Acredite, quem quer meter o bedelho na nossa aparência pode fazer estragos ainda maiores quando se trata de relacionamento. Ninguém pode tocar na sua identidade e na sua autonomia! Se a pomba deles não gira, que não venham parar a nossa!

 

E aqui tem um tutorialzinho em vídeo feito pela Jordana para vocês visualizarem melhor as dicas do post:

Tags:
Julia Oliveira
  • Coordenadora de Estilo
  • Ilustradora

Julia Oliveira, atende por Juia, tem 22 anos e se mete em muitas coisas, mas não faz nada direito — o que tudo bem, porque ela só faz por prazer mesmo. Foi uma criança muito bem-sucedida e espera o mesmo para sua vida adulta: lançou o hit “Quem sabe” e o conto “A ursa bailarina”, grande sucesso entre familiares. Seu lema é “quanto pior, melhor”, frase que até consideraria tatuar se não tivesse dermatite atópica. Brincadeira, ela nunca faria essa tatuagem. Instagram: @ursabailarina

  • Juh Cortez

    Amay <3

  • Roberta Siqueira

    Perfeito!!!

  • http://www.krisefe.com/ Kris Efe

    Amei, tô usando todas as dicas já! Hahahaha

  • Biarritz Tz

    adoro

  • Rafa Rostello

    Ameiii!! Vou usar todas essas dicas! Hahah

  • thalita

    nunca vi homem implicar com make, pelo contrario, trabalho com meu irmao e ele acha que eu tenho que usar make no trabalho, falei pra ele que eu nao TENHO QUE usar nada para agrada-lo, e se falasse mais uma vez iria começar a apontar as coisas que eu acho que ele TEM QUE e ele não vai gostar pq sao muitas, aí ficou quieto pq não quer ser chamado de gordo caído.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos