Sem categoria
23 de dezembro de 2015
...
19 de dezembro de 2015
Quando eu era mais nova, algumas frases resumiam a visão minha e de amigas sobre namoros: “Quem me ama não me quer.” “Não vai dar...
15 de dezembro de 2015
Você já ouviu falar em startups? Será que esse modelo de negócios pode incentivar a inovação científica? Mas como? QUE É ISSO? O termo...
12 de dezembro de 2015
Talvez tenha sido essa uma das constatações mais difíceis de chegar em minha vida. O que está, de algum modo, relacionado ao fato de sermos educadas para...
7 de dezembro de 2015
Hoje, já faz mais de um mês que vivemos o que foi possivelmente a maior tragédia ambiental que o nosso país já viveu. Mortes de pessoas; um rio assoreado...
5 de dezembro de 2015
Quando pensamos em casamento, a primeira imagem que vem à cabeça é de um relacionamento amoroso, geralmente entre duas pessoas e mais geralmente ainda –...
1 de dezembro de 2015
Fonte Nós até sabemos mais ou menos quem foi Marie Curie, e também que tiveram mulheres importantes pra história da ciência, ainda que nós não...
28 de novembro de 2015
No mundo em que a gente vive, é comum (mas não normal!) que garotas se sintam intimidadas em conversas e não deem suas opiniões, fiquem só quietinhas...
23 de novembro de 2015
Quando vamos à feira, há muita variedade de verduras, legumes, raízes, caules e frutas que podemos comprar. Mas você sabia que existem milhares de outras...
16 de novembro de 2015
Desde bem pequenininhas, a gente aprende que ciência e religião são coisas bem diferentes, e que entraram em conflito muitas vezes no decorrer da história....
9 de novembro de 2015
Liga a TV, começa a passar aquele seriado. Você, que fez dez anos de cursinho, utiliza a TV a cabo para poder treinar o ouvido e começa a ver as legendas...
7 de novembro de 2015
Namorar é sempre complicado. Como cada relacionamento é diferente, os motivos vão sempre variar; mas a maior parte dos conflitos pode ser explicada, em...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos