22 de dezembro de 2017 | Se Liga | Texto: and | Ilustração: Kethlenn Oliveira
Seriados na Netflix para fãs de Downton Abbey

Downton Abbey (2011-2015) marcou a vida – e o natal – de muita gente. O seriado sobre a decaída da aristocracia britânica iniciou com o naufrágio do Titanic, em 1912, e se estendeu até meados de 1925. A qualidade da produção pode ter caído junto com a aristocracia que ela retratava, mas muitos de nós assistimos até o final, e ficamos com aquele vazio interno de quando acabamos uma série e não sabemos mais o que fazer da vida. Se esse é o seu caso, vem com a gente explorar alguns seriados que são perfeitos para qualquer fã de Downton!

As Telefonistas

CABLE GIRLS

É a primeira série original da Netflix produzida na Espanha. A primeira temporada tem 16 episódios e foi dividida em duas partes: a primeira foi ao ar em abril deste ano e a segunda vai estrear no dia de natal. A trama gira em torno de quatro personagens principais que trabalham como telefonistas numa companhia de telecomunicações em Madri nos anos 1920. Apesar de ser uma série de época, as histórias tocam em temas extremamente atuais como violência doméstica, relacionamentos poliamorosos e até identidade de gênero. Um dos pontos mais fortes da série é a relação de amizade e companheirismo que se estabelece entre as protagonistas. Sem falar nos figurinos de época que são um espetáculo.

O Tempo Entre Costuras

706

Outra série espanhola, porém nesse caso trata-se de uma minissérie: são 17 capítulos numa temporada única. A série é adaptação do romance de mesmo nome da autora Maria Dueñas. A história acompanha a trajetória da costureira madrilena Sira Quiroga que decide abandonar a Espanha e partir para o Marrocos atrás de uma grande paixão nos anos 1930, pouco antes de estourar a Guerra Civil Espanhola. A produção dessa série é maravilhosa: os cenários são incríveis, os figurinos são deslumbrantes e a trilha sonora é perfeita. Não tem como não amar.

 

The Crown

the crown

Mais um seriado que explora a vida da família real britânica, The Crown segue a jornada da jovem rainha Elizabeth desde antes da mesma subir ao trono, dando uma nova dimensão à vida pessoal de uma das famílias mais famosas do mundo. Produzida pela nossa amada Netflix, a série conta com duas temporadas no momento (a segunda acabou de ser lançada!), atuações brilhantes de Claire Foy (que praticamente virou a rainha Elizabeth II!) e Matt Smith, figurinos lindos e uma mulher pra lá de interessante como protagonista.

Call the Midwife

Captura de Tela 2017-12-23 às 00.05.28

A realidade de Call the Midwife passa longe dos grandes bailes e vestidos de Downton Abbey, mas é de uma sensibilidade sem igual. Call the Midwife conta a história de um grupo de parteiras trabalhando na parte mais pobre de Londres, o East End, depois da segunda guerra mundial. Desafiamos vocês a assistirem a um episódio sem ao menos algumas lágrimas nos olhos. A série é lindíssima, e apesar de se passar nos anos 50, explora temas super contemporâneos, sendo focada principalmente nas mulheres – tanto as parteiras, quanto as futuras mães.

Godless

Godless-1073106

A série conta com umas das estrelas de Downton Abbey, Michelle Dockery, mas num contexto totalmente diferente. Dirigida por Scott Frank, Godless se passa no faroeste do século XIX, com a narrativa voltada principalmente para dois homens, Frank Griffin e Roy Goode, mas que se sustentam na história de La Belle, uma pequena cidade povoada por mulheres. Aí que está algumas quebras de arquétipos, indo além de vestidos e cabaré (o que geralmente é retratado no gênero de faroeste) quando as mulheres de La Belle assumem suas vidas sem depender de nenhum homem – Alice Fletcher (Michelle) e Mary Agnes McNue (Merrit Wever) não hesitam em pegar num rifle quando necessário. Vale a pena assistir a série de 7 episódios, apesar do foco ser a dupla de assassinos, pois a coragem e força de La Belle vai lhe prender até o fim.

Se você viu algum desses ou tem outras sugestões de seriados de época pra matar a saudade de Downton Abbey, conta pra gente!

Mariana Fonseca
  • Coordenadora de Saúde
  • Colaboradora de Literatura e do Leitura das Minas

Mariana tem 25 e se formou em medicina. Carioca, ama viver no Rio de Janeiro, mas sonha em voltar para a Escócia. É feminista deboísta e acredita que todo mundo merece chá.

Deborah Simionato
  • Colaboradora de Se Liga
  • Revisora

Deborah tem 28 anos, é formada em psicologia, mas a paixão pelos livros fez com que ela se entregasse a um mestrado e agora a um doutorado em Literaturas de Língua Inglesa. Gaúcha tentando a vida em Londres, Deborah pode ser encontrada frequentemente devorando livros e xícaras de café, e acredita que a vida seria melhor se fosse um musical cheio de música e dança.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos