29 de setembro de 2014 | Ano 1, Edição #6 | Texto: | Ilustração:
Sugestões de entretenimento #6: Medo
Ilustração: Isadora M.
Ilustração: Isadora M.

Ilustração: Isadora M.

LIVROS

Goosebumps
Goosebumps (R.L. Stine)
O autor americano R.L. Stine escreveu 62 livros para a série de terror infantojuvenil Goosebumps (em português, algo como “calafrios”) de 1992 a 1997, 25 dos quais foram traduzidos e publicados no Brasil pela Editora Abril. O sucesso foi tão grande que surgiram várias séries spin-off, além de uma série de televisão. Os livros em geral tinham histórias assustadoras envolvendo protagonistas crianças e adolescentes, do tipo bom de contar em acampamentos perto da fogueira para todo mundo morrer de medo.

Uzumaki
Uzumaki (Junji Ito)
O mangá de Junji Ito, originalmente publicado em forma serializada de 1998 a 1999, e depois compilado num volume único, se passa em Kurôzu-cho, cidade ficcional amaldiçoada com eventos sobrenaturais envolvendo espirais. A história inspirou dois jogos de videogame e um filme, e foi nomeada para um Eisner Award em 2003.

Coraline
Coraline (Neil Gaiman)
Escrito por Neil Gaiman, e adaptado em um filme, uma graphic novel, um musical e um jogo de videogame, o livro de terror e fantasia tem elementos surreais que lembram Alice no país das maravilhas. A jovem Coraline, após se mudar para uma casa antiga com seus pais, descobre um mundo paralelo em que outras versões de seus pais parecem mais interessantes do que as reais. No entanto, como em toda boa história de terror, o que parece bom demais para ser verdade normalmente o é, e coisas sombrias começam a se revelar.

Frankenstein
Frankenstein (Mary Shelley)
Considerada por muitos como o primeiro livro de ficção científica, Frankenstein é um romance de 1818, escrito pela jovem Mary Shelley. Todo mundo conhece pelo menos por alto a história, de tão influente que foi na cultura: um cientista, Victor Frankenstein, constrói um protótipo de ser humano, que acaba sendo monstruoso; cheio de repulsa por sua própria criação, Victor foge, e a criatura, rejeitada, também desaparece. A partir daí, as coisas começam a dar errado. O livro é interessante porque não só é uma história de terror como é, em si só, uma história sobre o medo: o medo que Victor sente de sua criação, o medo que a sociedade sente da criatura, e o medo que a própria criatura sente de Victor e daqueles que o rejeitam.

Seconds
Seconds (Bryan Lee O’Malley)
Do autor de Scott Pilgrim, Seconds é uma graphic novel sobre escolhas, erros, riscos e medo. Katie, uma chef de cozinha, está prestes a abrir seu novo restaurante quando as coisas começam a desandar, e ela se encontra desamparada e com medo do que vem por aí. Por sorte, uma garota misteriosa surge, oferecendo uma segunda chance: é só ela comer um cogumelo mágico, escrever o erro que deseja corrigir, e ir dormir, que no dia seguinte as coisas serão diferentes. No entanto, coisas dão errado de qualquer forma, e Katie começa a querer terceiras, quartas e quintas chances.

TheFever
The fever (Megan Abbott)
Romance tenso e assustador, The fever se passa em uma escola, numa cidade pequena americana, em que garotas adolescentes começam a sucumbir a doenças misteriosas. Uma depois da outra, jovens vão parar no hospital, e Deenie, melhor amiga da primeira vítima da doença, tenta entender o que acontece e lidar com o medo e a histeria em massa que tomam conta de sua família, escola e cidade. A história é inspirada num caso real ocorrido em 2012 em LeRoy, NY.

Mais recomendaçõe: O bicho-papinha (Paula Browne), Descanse em paz, meu amor (Pedro Bandeira).

FILMES

REC
[REC]
Filme de terror espanhol de 2007 no estilo found footage/filme perdido – aqueles filmes feitos com uma filmadora amadora, que parecem documentários ou gravações reais –, [REC] fez muito sucesso e teve várias continuações. A história foca em uma repórter e seu cameraman que vão filmar o resgate de uma senhora presa em seu apartamento, mas que acabam se colocando numa situação de perigo em um prédio cujos moradores estão infectados por uma doença violenta e misteriosa.

MadrugadaDosMortos
Despertar dos mortos (Dawn of the dead)
Um clássico dos filmes de zumbi, Despertar dos mortos foi escrito e dirigido por George A. Romero em 1978, e é a continuação de A noite dos mortos-vivos, de 1968 (não se preocupe, não é preciso ver o primeiro para entender o segundo). Seu enfoque é no efeito que uma epidemia zumbi tem na sociedade, e o filme é cheio de cenas super sangrentas, nojentas e trash.

Carrie
Carrie, a estranha (Carrie)
Baseado no romance homônimo de Stephen King, Carrie é um clássico tanto do terror quanto dos filmes adolescentes. A protagonista tem 17 anos, uma mãe fanática religiosa e abusiva, e sofre bullying no colégio. Além disso, ela também parece ter poderes psíquicos de telecinésia, e um desejo de se defender daqueles que a maltratam.

Iluminado
O iluminado (The shining)
Também inspirado num romance de Stephen King, O iluminado é um filme dirigido e escrito por Stanley Kubrick, indo no viés do terror psicológico. A história da estranha família Torrance e do mais estranho ainda Hotel Overlook fez enorme sucesso e teve muito impacto na cultura pop, provavelmente em parte devido à aterrorizante atuação de Jack Nicholson, que faz o papel de Jack Torrance, o patriarca da família.

Beetlejuice
Beetlejuice
A comédia de horror de Tim Burton nos traz uma casa mal assombrada, um fantasma especializado em espantar os vivos, e a maravilhosa adolescente gótica Lydia Deetz, interpretada por Winona Ryder. O filme é hilário e surreal, e chegou a inspirar um desenho animado que durou quatro temporadas.

RockHorror
Rocky Horror Picture Show
Mais uma comédia de horror, mas dessa vez musical, trash, e muito bizarra. No filme, os recém-casados Brad e Janet acabam perdidos na estrada, procurando refúgio no castelo de Dr. Frank N. Furter, cross-dresser e criador de Rocky, uma espécie de monstro de Frankenstein que seria o espécime masculino perfeito, vestido em uma sunga dourada. O filme é longo, cheio de músicas incríveis, e a história só fica cada vez mais estranha, mas por isso tudo é maravilhoso.

Exorcista
O exorcista (The exorcist)
Muitas vezes considerado o filme mais assustador de todos os tempos, O exorcista é inspirado num caso real de exorcismo dos anos 1940. A jovem possuída Regan – o foco do exorcismo da história – protagoniza cenas já muito conhecidas na nossa cultura popular cinematográfica, como quando vira a cabeça 180 graus, desce as escadas engatinhando de costas, se masturba com um crucifixo ou vomita jatos de gosma verde por todos os lados.

Dogtooth
Dogtooth (Kynodontas)
O drama psicológico grego de 2009 é bastante perturbador. Nele, um casal mantém seus três filhos jovens (um garoto e duas garotas) isolados do mundo, presos na propriedade em que vivem. Aos poucos, como era de se esperar, a situação vai se tornando mais tensa, violenta e descontrolada.

Je vous salue, Sarajevo
Je vous salue, Sarajevo
Este curta-metragem de Jean-Luc Godard foca no conflito na Bósnia nos anos 90. Em seus dois minutos, Godard sobrepõe uma narração sobre medo e uma montagem fotográfica ilustrativa. O filme está disponível no Youtube, e vale a pena ser visto.

ProcurandoNemo
Procurando Nemo (Finding Nemo)
Para dar um toque mais leve às recomendações, a animação da Disney/Pixar de 2003 é fofa, emocionante, engraçada e, sim, sobre medo. O peixe-palhaço Marlin é um pai solteiro superprotetor de seu filho Nemo, mas mesmo assim Nemo acaba se perdendo. Desesperado, Marlin enfrenta seus medos e todos os perigos possíveis no oceano, até conseguir resgatar seu querido filho.

Mais recomendações: O sexto sentido, Os outros.

SÉRIES

PennyDreadful
Penny dreadful
Misturando vários personagens da ficção do século XIX, como Dorian Gray, Victor Frankenstein e seu monstro, e Mina Harker e Van Helsing de Drácula, a série Penny dreadful acabou de encerrar sua primeira temporada de 8 episódios, e tem uma segunda temporada prevista para 2015. A estética steampunk e as ótimas atuações do elenco principal (que inclui Eva Green e Josh Hartnett) são destaques.

ClubeDoTerror
Clube do terror (Are you afraid of the dark?)
Essa série de terror infantojuvenil durou 7 temporadas na Nickelodeon nos anos 90. Cada episódio mostrava uma história assustadora diferente, contadas por um grupo de jovens que se reuniam ao redor de uma fogueira.

AmericanHorrorStory
American horror story
Diferente das séries em que cada episódio é uma história, em American Horror Story cada temporada é uma história diferente, sempre usando elementos clássicos do terror. A primeira temporada se passava numa casa mal assombrada, a segunda num asilo para loucos criminosos, e a terceira seguia clãs de bruxas. A quarta temporada, que estreia em breve, focará num grupo de aberrações de circo.

CasteloRaTimBum
Castelo Rá-tim-bum, episódio 74, “Sonho”
O personagem Mau, da série infantil Castelo Rá-tim-bum, sempre mostrava que, no fim das contas, não era assim tão mau. No entanto, no episódio “Sonho”, ele se transforma de fato num monstro malvado, rapta Celeste, e faz com que Nino, Biba e Zeca desapareçam. Pedro precisa, então, fazer com que o Mau volte ao normal para resgatar Celeste e encontrar os outros.

LinhaDireta
Linha direta
Esse programa era, na verdade, jornalístico, e passou na Rede Globo de 1999 a 2007. Cada episódio mostrava dois casos criminosos reais, com a simulação dos acontecimentos – às vezes mais de uma simulação, se houvesse mais de uma versão dos fatos –, e pedia ajuda dos telespectadores para localizar os criminosos, através de denúncias anônimas.

DoctorWhoListen
Doctor Who, S08E04, episódio “Listen”
Um dos episódios mais recentes da série de ficção científica Doctor Who, “Listen” é precisamente sobre medo. O Doctor e sua companheira Clara tentam investigar a teoria de que todo mundo, sem exceção, tem um mesmo medo, um mesmo sonho, do monstro sob a cama, e que esse monstro poderia ser algo real.

Sinistro
Sinistro (So weird)
Seguindo o estilo de Arquivo X, mas com um foco infantojuvenil, Sinistro é uma série do Disney Channel que durou três temporadas. Nas duas primeiras temporadas, a adolescente Fiona, fascinada por acontecimentos paranormais, encontra coisas estranhas e misteriosas enquanto viaja com sua mãe. Na terceira temporada, a personagem Annie toma o lugar de Fiona nessas aventuras.

OColegioDoBuracoNegro
O colégio do buraco negro (Strange days at Blake Holsey High)
A série de ficção científica canadense durou quatro temporadas, seguindo o Clube da Ciência em um colégio interno, repleto de acontecimentos esquisitos e possivelmente sobrenaturais. Os alunos e o professor do Clube da Ciência investigam esses acontecimentos, descobrindo um buraco negro, a história misteriosa de um antigo laboratório, e os poderes inesperados de bolas baoding.

Coragem
Coragem, o cão covarde (Courage the cowardly dog)
O bizarro desenho animado de terror e comédia do Cartoon Network durou quatro temporadas, de 1999 a 2002. Coragem, o cão covarde do título, vive com seus donos, o casal Muriel e Eustácio, numa cidade no meio do nada (chamada, inclusive, Lugar Nenhum). Como já é de se esperar, ele enfrenta os acontecimentos mais bizarros possíveis, tentando proteger seus donos.

PrettyLittleLiars
Maldosas (Pretty little liars)
Atualmente no meio de sua quinta temporada, e já renovada para uma sexta e sétima, Pretty Little Liars é uma série adolescente do canal americano ABC Family baseada na série de livros de Sara Shepard. Ficando mais tensa e de roer as unhas em cada episódio, a série segue as quatro amigas Emily, Aria, Hannah e Spencer enquanto elas lidam com o desaparecimento de sua amiga Alison, com uma pessoa que as persegue e manipula, e com segredos, mentiras e traições das mais inesperadas.

Leftovers
The leftovers
Inspirada num romance de Tom Perrotta, e criada pelo próprio autor e por Damon Lindelof, a série da HBO acabou de encerrar sua primeira temporada, e já está renovada para uma segunda. Com um ritmo um pouco estranho, nos mostra a vida dos habitantes de uma pequena cidade, três anos depois de um evento misterioso em que 2% da população mundial desapareceu de repente. O mais interessante é observar como cada personagem lida com o luto, a incompreensão e o medo de formas diferentes.

Sofia Soter
  • Cofundadora
  • Ex-editora Geral

Sofia tem 25 anos, mora no Rio de Janeiro e se formou em Relações Internacionais. É escritora, revisora e tradutora, construindo passo a passo seu próprio império editorial megalomaníaco. Está convencida de que é uma princesa, se inspira mais do que devia em Gossip Girl, e tem dificuldade para diferenciar ficção e realidade. Tem igual aversão a segredos, frustração, injustiça e injeções. É 50% Lufa-Lufa e 50% Sonserina.

  • ziggystardust

    Apaixonada por AHS

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos