30 de janeiro de 2015 | Ano 1, Edição #10 | Texto: | Ilustração: Isadora M.
Sugestões de entretenimento #10: Poder
Ilustração: Isadora M.

SÉRIES

gg Gossip Girl: A Garota do blog (Gossip Girl)
Serei sincera: passei os últimos 10 meses torcendo para ter uma oportunidade de falar de Gossip Girl para vocês, e agora que esta oportunidade chegou nem sei por onde começar. Gossip Girl se passa num mundo de jovens hiperprivilegiados em Nova York – eles têm dinheiro à beça e fazem o que querem. Mas é, realmente, uma série sobre poder: sobre o poder do dinheiro e do privilégio, sobre as tensões de poder familiares, sobre as guerras de poder entre garotas adolescentes no colégio – tudo isso acompanhado de vestidos maravilhosos, festas fabulosas, e mais drama do que uma vida aguenta.

got2 Game of Thrones
Baseado na série de livros A Song of Ice and Fire, de George R.R. Martin, a série da HBO é repleta de sangue e sexo – tudo em nome do poder. Várias famílias poderosas se degladiam de formas diferentes (com violência física, casamentos arranjados, astúcia, trapaça e magia) em nome do trono do reino. Alianças são forjadas e quebradas com rapidez impressionante, e cada episódio traz surpresas e reviravoltas de deixar qualquer um tonto.

reign Reign
Descrito por muitos como uma mistura de Game of Thrones e Gossip Girl, Reign é um drama adolescente sobre Mary Stuart, rainha escocesa, e seu casamento com François II, rei da França, no século XVI. Na série – como na vida real – ambos são adolescentes na época da aliança, e o enredo mescla as disputas de poder políticas do reino e as relações interpessoais de adolescentes que ganharam muito poder muito rápido.

powerpuff As Meninas Superpoderosas
Florzinha, Lindinha e Docinho são irmãs criadas em laboratório pelo professor Utonium, que deixou cair, no meio de sua fórmula para “a menina perfeita”, o Elemento X, que concedeu às garotas superpoderes. As três, no desenho animado do Cartoon Network, lutam contra monstros e criminosos em sua cidade, Townsville, em meio ao dia a dia infantil. O desenho fez muito sucesso e teve seis temporadas, além de um filme, alguns especiais, uma versão em anime, trilhas sonoras, uma série de jogos e uma porção de produtos licenciados.

smash Smash
Cancelada após duas temporadas, Smash é quase a versão fictícia de todos os reality shows de competição de cantores. Ivy e Karen, as protagonistas, são duas atrizes muito diferentes em aparência e personalidade que competem pelo papel de Marilyn Monroe em um novo musical da Broadway. As intrigas dos bastidores do teatro tomam a cena nessa série musical, com um enredo movido por ambição, força de vontade e um desejo enorme por fama.

1Sheet_Master.qxd The good wife – Pelo direito de recomeçar (The Good Wife)
O drama político da CBS, vencedor de cinco Emmys (até agora), segue a advogada Alicia Florrick que, após treze anos como dona de casa, volta a exercer a profissão quando seu marido é preso em um escândalo político. Ao longo das temporadas, Alicia concilia sua situação familiar, sua excelência profissional e o estigma de “boa esposa” (o “good wife” do título) que aplicam a ela, e mostra, a cada episódio, seu poder.

downtonabbey2 Downton Abbey
Seguindo o contexto histórico do início do século XX (a primeira temporada começa em 1912, enquanto a temporada atual, a quinta, se passa em 1923), Downton Abbey se baseia nos contrastes de classe, status e poder numa casa de campo britânica: os personagens da série são a família aristocrática Crawley e a equipe de empregados domésticos que trabalham na casa. Além dessa tensão interna, a série também aborda as mudanças no poder dos aristocratas conforme a situação política do mundo se transforma.

scandal Scandal
Já falamos de Scandal aqui por ser uma série incrível da Shonda Rhimes, que arrasa na representatividade negra e na diversidade. Olivia Pope, a protagonista, é uma das personagens mais poderosas da televisão: mulher, negra, chefe de uma firma de “solução de problemas”, amor da vida do presidente dos Estados Unidos, ela tem toda a capital do país na palma da mão, e é para ela que qualquer pessoa de mínima importância política recorre quando sabe que fez algo errado. Os escândalos políticos ficam cada vez mais absurdos, mas Olivia só faz mostrar sua força perante todas as situações.

agentcarter2 Marvel’s Agent Carter
Ok, esta série ainda está no quarto episódio. Mas já vale recomendar, porque a protagonista é Peggy Carter, personagem maravilhosa e poderosa da Marvel que muitos conhecem pelo filme Capitão América. Peggy é, em 1946, agente de uma organização super secreta da base aliada na Segunda Guerra, que se encontra ajudando (ainda mais secretamente) Howard Stark (sim, pai do Tony Stark) a se livrar de acusações falsas de ter vendido armamento para o outro lado da guerra.

revenge Revenge
Emily Thorne aparece nos Hamptons, aluga uma casa de praia ao lado da mansão da família Grayson, e parece estar simplesmente querendo aproveitar o verão. Mas Emily é, na realidade, Amanda Clarke, filha de um homem que foi falsamente acusado de traição e terrorismo, e consequentemente preso e assassinado na prisão. E quem é responsável? A família Grayson. Emily/Amanda executa, então, passo a passo, uma elaborada missão de vingança contra todos aqueles que tiveram algo a ver com a prisão e a morte de seu pai, custe o que custar.

Mais recomendações: House of Cards, How to get away with murder, Pretty Little Liars, Sailor Moon, Marvel’s Agents of SHIELD, Parks and recreation, White Collar

FILMES

machuca Machuca
O filme cubano de 2004 é contado a partir do ponto de vista de Gonzalo Infante, garoto chileno vivendo em Santiago em 1973, durante o governo de Salvador Allende. Vindo de uma família de classe média alta, que teme o socialismo, Gonzalo começa a se ver em conflito pessoal quando os conflitos de classe e política do país vão crescendo, especialmente devido a sua amizade com Pedro Machuca, um dos cinco alunos pobres que frequentam sua escola particular privilegiada.

erin Erin Brockovich
Estrelado por Julia Roberts – que venceu o Oscar de melhor atriz por sua performance –, o filme conta a história real de Erin Brockovich, mãe solteira de três crianças que acaba, quase por acaso, trabalhando num escritório de advocacia. Investigando um caso aparentemente simples envolvendo uma companhia de gás e energia que deseja comprar a casa de uma mulher, ela descobre que a água da cidade onde a mulher vive está contaminada por cromo hexavalente, extremamente tóxico, e que a empresa de gás e energia tenta encobrir. Empenhada, Erin decide resolver o caso, e salvar os habitantes da cidade da contaminação tóxica gerada pela empresa.

dirtygirl Dirty Girl
A vida de Danielle, adolescente “problemática”, está um caos: sua mãe está prestes a se casar com um mórmon. Decidida a resolver este aparentemente problema, Danielle embarca numa viagem de carro com seu amigo Clarke, garoto gay e tímido que sofre nas mãos de um pai homofóbico (dono do carro que eles roubam para a viagem). A aventura, às vezes com um toque de surreal, mostra Danielle e Clarke se descobrindo e se empoderando em sua liberdade.

mulan Mulan
Baseado numa antiga lenda chinesa, Mulan conta a história de uma jovem, que se sente a desgraça da família por não ser tradicionalmente feminina, que finge ser um homem para ir à guerra no lugar de seu pai para lutar contra a invasão dos hunos. Assistida pelo pequeno dragão Mushu, e sob o treinamento do general Li Shang, Mulan se torna uma grande guerreira, e encontra seu poder e seu valor.

legallyblonde Legalmente loira (Legally blonde)
Elle Woods está se formando em marketing de moda, é presidente do seu grupo estudantil de garotas, só usa rosa, e é perdidamente apaixonada por seu namorado que está prestes a ir estudar direito em Harvard. Quando leva um pé na bunda porque o namorado quer uma parceira “mais séria” para seu futuro, Elle decide provar que pode ser séria: passa para a faculdade, se mostra uma estudante de direito extremamente capaz, e descobre que está muito acima do ex-namorado abestalhado, sempre seguindo a máxima Taylor Swift contra os haters. Porque, afinal, você pode ser loira, apaixonada por rosa, e um prodígio do direito.

marieantoinette Maria Antonieta (Marie Antoinette)
Aos 14 anos, Maria Antonieta, duquesa na Áustria, é enviada por sua mãe para casar com o príncipe francês, Louis XVI. Adolescente, e com enormes poderes e responsabilidades em suas mãos, Maria Antonieta se vê perdida na corte de Versailles; as tradições e os rituais parecem entediantes, a pressão para ter filhos a exaure, e o desdém que sofre dos outros membros da corte a deprime. Então, como toda boa adolescente, ela se rebela, e procura se divertir e se encontrar. O filme de Sofia Coppola universaliza e moderniza a história da infame rainha francesa.

godfather O poderoso Chefão (The Godfather)
Agora é a vez de outro Copolla: Francis Ford, pai de Sofia, que adaptou o romance de Mario Puzo em uma trilogia cinematográfica clássica, vencedora de diversos prêmios e reconhecida como fundamental na história do cinema. Os três filmes contam a história da família mafiosa Corleone, que domina o crime em New York, focando em Vito Corleone, o patriarca, e Michael Corleone, o filho mais jovem que, apesar de originalmente não querer nada com os negócios familiares, acaba se tornando o novo líder.

devilwearsprada O diabo veste Prada (The devil wears Prada)
Adaptação do romance de Lauren Weisberger, O diabo veste Prada segue a ascenção e queda de Andy Sachs no mundo do jornalismo de moda. Originalmente desprezando o mundo da moda e da beleza, que considera fútil, a aspirante a jornalista consegue mesmo assim um emprego como assistente de Miranda Priestly, a difícil e poderosa editora da influente revista Runway (personagem que todos dizem ter sido inspirada em Anna Wintour, da Vogue). O trabalho a leva a seus limites, mas ela se encanta pelo mundo da revista, e mostra sua capacidade em jogar o jogo com os melhores e mais poderosos.

ripley O talentoso Mr. Ripley (The talented Mr. Ripley)
Tom Ripley, protagonista do filme de 1999 e do romance de 1955 no qual o filme é inspirado, é um jovem vigarista que arranja a oportunidade perfeita quando é mandado para a Itália para convencer Dickie Greenleaf – cujo pai acredita que é amigo de Tom, mesmo que eles nunca tenham se conhecido – a voltar para os Estados Unidos. Mas, fascinado pelo dinheiro, pelo poder e pela liberdade de Dickie, Tom leva a trapaça ao extremo, e as coisas saem do controle.

Mais recomendações: A culpa é do Fidel, Frozen, O lobo de Wall Street, Bonequinha de luxo, Whip it, Enrolados

LIVROS

gameboard Tabuleiro dos deuses (Gameboard of the Gods) (Richelle Mead)
A ficção futurística de Richelle Mead se passa num mundo destruído por extremismo religioso, no qual Justin March, investigador de grupos religiosos e sobrenaturais, vive em exílio após falhar em sua missão. No entanto, Justin é levado de volta a seu país por Mae Koskinen, uma guerreira poderosa da equipe mais assustadora do exército, para investigar uma série de assassinatos.

girlstothefront Girls to the front (Sara Marcus)
O movimento riot grrrl trouxe poder para várias garotas adolescentes na década de 1990, e o livro de Sara Marcus conta a história desse movimento musical, artístico e social. Quando eu li, comprei um exemplar de presente para a Clara também, porque ler sobre tantas garotas que encontraram espaço para sua voz e procuraram empoderar e ajudar umas às outras foi extremamente inspirador para mim, como editora da Capitolina.

girlboss #GIRLBOSS (Sophia Amoruso)
Outro livro que me inspirou muito recentemente como profissional, #GIRLBOSS é uma mistura de autobiografia e autoajuda escrito por Sophia Amoruso, CEO da empresa de moda NastyGal. Ela conta como trilhou seu caminho profissional, fundou sua própria empresa e aprendeu a gerenciá-la, e dá várias dicas super úteis e motivacionais para garotas que pensam em trilhar o caminho empreendedor.

penelopiad The Pelenopiad (Margaret Atwood)
Sabe a Odisseia, o clássico de Homero? Margaret Atwood resolveu contar sua própria versão da história, mas focando em Penélope, esposa de Ulisses, que, na narrativa original, fica em casa aguardando seu retorno, tecendo e destecendo uma tela para não ter que completá-la nunca, já que completá-la seria o sinal de que ela deveria aceitar casar com outro homem. No entanto, na versão de Atwood, Penélope tem ótimos motivos para essa escolha, e, bem, não é a imagem da esposa submissa que Homero gostaria que ela fosse.

frankielandaubanks The disreputable history of Frankie Landau-Banks (E.M. Lockhart)
Frankie Landau-Banks era, aos 14 anos, uma adolescente meio nerd numa escola interna de excelência; aos 15, retorna à escola mais tradicionalmente atraente, e arranja um namorado. Mas também retorna mais confiante, mais certa de si, e não aceita “não” como resposta: especialmente se isso significa ser excluída da sociedade secreta só para garotos da escola.

basiceight The basic eight (Daniel Handler)
Flannery Culp é uma assassina adolescente, e está presa. Mas ela quer deixar claro que nada do que dizem sobre ela é verdade, e que a versão dela da situação faz muito mais sentido. Ao longo do livro, Flannery conta sobre seu grupo de amigos – os “basic eight” –, sobre os dramas do colégio e sobre o que a levou ao fatídico momento do assassinato.

dareme Dare me (Megan Abbott)
Mais um livro dark sobre garotas adolescentes, o romance de Megan Abbott narra as tensões de poder de um time de animadoras de torcida. Mas não pensem que elas são como as do filme As Apimentadas, sorridentes, leves e animadas – Addy e Beth, melhores amigas, sabem que para ser a melhor animadora é necessário suor, sacrifício e ambição; especialmente depois da chegada de Colette French, a nova treinadora.

watchmen Watchmen (Alan Moore)
Na graphic novel de Alan Moore, ser super-herói é fora da lei. Todos os antigos heróis se escondem, ou voltaram a suas vidas mundanas. No entanto, quando um assassino de heróis aparece, eles precisam voltar à ativa, clandestinamente, e descobrir o que está ocorrendo.

 

wild Livre (Cheryl Strayed)
Cheryl Strayed escreveu esse livro de memórias, que foi adaptado recentemente para o cinema, para contar sua experiência em uma árdua trilha no mato. A viagem, que fez sozinha, foi longa, difícil, e levou seu corpo e sua mente ao limite, enquanto ela tentava encontrar paz consigo mesma após a morte de sua mãe, seu divórcio, e um vício em heroína.

makegoodart Faça boa arte (Neil Gaiman)
Neil Gaiman fez um discurso inspirador em 2012, tão inspirador que foi transformado em livro. Acho que não tenho recomendação melhor do que o próprio Gaiman, então vejam o discurso aqui:

 

Mais recomendações: O diário de Anne Frank,Guerra e Paz,The Hunger Games, O diário de Zlata,
Harriet, the spy, Americanah, Scott Pilgrim

Sofia Soter
  • Cofundadora
  • Ex-editora Geral

Sofia tem 25 anos, mora no Rio de Janeiro e se formou em Relações Internacionais. É escritora, revisora e tradutora, construindo passo a passo seu próprio império editorial megalomaníaco. Está convencida de que é uma princesa, se inspira mais do que devia em Gossip Girl, e tem dificuldade para diferenciar ficção e realidade. Tem igual aversão a segredos, frustração, injustiça e injeções. É 50% Lufa-Lufa e 50% Sonserina.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos