7 de novembro de 2014 | Culinária & FVM | Texto: | Ilustração:
Tutorial de bambolê: pra rebolar por aí

Uma vez, já faz um bom tempo, eu estava na catraca da estação República, em São Paulo, esperando alguém, quando reparei em umas moças que estavam com uns bambolês. Depois desse dia eu vi mais pessoas, tanto na vida quanto na internet, e aí fui dar uma googlada e descobri que o bambolê voltou com tudo! Dizem que bambolear ajuda a emagrecer, afinar a cintura, regular o funcionamento do corpo, criar mais equilíbrio, flexibilidade e resistência, mas eu prefiro focar em outra qualidade do bambolê: ele é muito divertido! Se você viveu os anos 90 deve lembrar daquela música sobre bambolê do É o Tchan. Eu até tive aquele bambolê colorido e icônico da Carla Perez, que você mesma montava, mas hoje eu perdi quase toda a minha habilidade de rebolar. Ainda assim, este tutorial me deixou super animada pra reaprender a dançar com bambolê, e espero que vocês também fiquem, porque é muito maneiro!

É bem fácil de fazer, vocês vão precisar de poucas coisas:

·3 metros de mangueira ¾, não é aquela flexível de molhar jardim, é uma durinha de PVC, geralmente é cinza escuro e dá pra achar em qualquer casa de material de construção (foi bem baratinho, R$ 1,30 o metro).

·1 conector ¾ ou aquelas super colas (o conector custou R$0,30, e você também acha em lojas de material de construção).

·tesoura

·fitas coloridas, comprei isolante, mas qualquer uma serve desde que fique bem grudada, usei no total 9 metros (o kit com 6 cores, cada uma com 3m, custou R$5)

01

Sobre a metragem da mangueira, eu usei aproximadamente 3 metros. Tem que ser o suficiente pra fazer um circulo da altura entre o osso sacro e o umbigo. Medi na hora de comprar, mas dá pra fazer um cálculo se baseando no tamanho da perna. Tenho 1,70m e chuto que a minha tem 1m, então calculei 2.?.R (2 vezes pi, que vale mais ou menos 3,14, vezes 0,5, que é o raio do bambolê, ou metade da minha perna, e isso deu 3,14m).

02

A primeira coisa que eu fiz foi lixar bem as pontas da mangueira para elas encaixarem direitinho, depois sofri muuuuito pra conseguir encaixar as duas pontas com o conector, sou meio fraca, mas dá pra esquentar as pontas da mangueira, assim elas dilatam e você consegue encaixar melhor, pode pra fazer isso usando o secador de cabelo ou água quente. Outro jeito é cortar um pedaço de mais ou menos 6cm da mangueira, fazer um corte transversal, fazendo com que dê pra diminuir o diâmetro e usar como conector, ai é só passar a super cola pra deixar bem fixo.

03

Passe a fita em voltar do lugar onde as duas pontas de encontraram.

04

Agora é a parte mais legal: decorar com as fitas! Eu escolhi 3 cores, mas vocês podem usar infinitas

05

Qualquer padrão é válido, eu fui enrolando de um lado e depois de outro

06

E ficou assim:

07

~*Dicas legais: tem vários vídeos no youtube de pessoas dançando com bambolê, é só buscar pelo nome em português ou em inglês (hula hoop). Você pode deixar o bambolê mais pesado enchendo ele com areia ou com milho, que vai fazer um som bem legal enquanto bamboleia, isso vai dar mais controle sobre ele. Também dá pra fazer ele um pouco maior, o que vai fazer com que dê pra rodar ele por mais tempo.*~

008

Agradecimento especial pra mamãe por ter me ajudado com as fotos <3

Bárbara Fernandes
  • Colaboradora de Culinária & FVM
  • Ilustradora

Bárbara, 21 anos, vinte vividos na cidade de São Paulo até o dia da fuga pro sul numa tentativa falha de pertencer a algum lugar. Não sabe fazer decisões, medrosa além do normal, odeia usar sapato, sempre lê tudo o que está escrito nas embalagens, gosta de ficar conversando com os gatos e de tomar banho no escuro.

Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos