Bia Quadros
  • Coordenadora de Música
  • Colaboradora de Relacionamentos & Sexo
  • Ilustradora

Bia na verdade é Beatriz e tem 20etantos anos. É do RJ, nunca saiu de lá e é formada em Artes Visuais. Transita entre ilustrações, pinturas, textos, crianças e frustrações. Tudo que está ligado a arte faz, sem vergonha e limite. Já fez algumas exposições, já fez algumas vitrines, vive fazendo um monte de coisa. Uma Metamorfose Ambulante.

12 de julho de 2014
Ilustração: Dora Leroy. Entrevista por Bia Quadros, relatos compilados por Bárbara Carneiro. Julia é uma jovem de 23 anos e tem um canal de vídeos em...
3 de julho de 2014
Ilustração: Jordana Andrade. Na exposição do MAM/RJ A Inusitada Coleção de Sylvio Perlstein, uma moça, ao ver o quadro do pintor Magritte, pega o...
17 de junho de 2014
Ilustração: Isadora Carangi. *Texto de Bia quadros, Rebecca Raia e Isadora Maldonado Masturbação, por Beatriz Quadros Toda vez que uma...
4 de junho de 2014
Ilustração: Mazô. Houve certo viral no Facebook que consistia no vídeo de uma artista, a Marina Abramovic, numa sala (do MoMA, o Museu de Arte Moderna...
26 de maio de 2014
Ilustração: Mariana Trigo. O maior sonho dela era casar. Ter uma casa, um marido e dois filhos, com nomes que até já tinha escolhido. Já o sonho de...
8 de maio de 2014
Foto por Boo George. Texto de Bia Quadros e Domenica Morvilla  Você com certeza já ouviu falar em One Direction, ou então já ouviu alguma música da...
8 de maio de 2014
Ilustração: Isadora M. O que é algo surreal para você? Normalmente damos esta característica a algo que não faz parte desta realidade, algo muito...
23 de abril de 2014
Ilustração: Verônica Vilela. Entre no seu Facebook e observe as primeiras postagens que aparecem no seu feed de notícias. A rede social tem um...
15 de abril de 2014
Todo mundo sabe quem é Romero Britto. Está nos seus sapatos, no seu estojo, na sua mochila, no outdoor, nas lojas de quadros e espelhos. Você provavelmente...
Sobre

A Capitolina é uma revista online independente para garotas adolescentes. Nossa intenção é representar todas as jovens, especialmente as que se sentem excluídas pelos moldes tradicionais da adolescência, mostrando que elas têm espaço para crescerem da forma que são.

Arquivos